Blog

As 10 ilhas habitadas mais remotas do mundo


Estas são as ilhas dos nossos sonhos, aqueles pontos mais isolados do globo que todo mochileiro imagina pisar um dia. Lugares sobre os quais não sabemos quase nada, que não aparecem no noticiário nem nos guias de turismo. Cada um com sua própria história de isolamento, aventura e descoberta.
Esse post foi inspirado no livro “Atlas of Remote Islands” , de Judith Schalansky, que reúne nele as 50 ilhas habitadas mais remotas do mundo.  Por aqui você confere 10 ilhas e as demais você pode conferir lendo o livro ou este artigo da Wikipedia.

Ilha Amsterdam (França)

População : 25 Pesquisadores
Massa de terra povoada mais próxima : 3.370 km da Austrália.

A massa de terra habitada mais próxima à ilha de Amsterdam é Perth na Austrália.  Fique a vontade para dar zoom no Google Maps abaixo da foto que você irá entender o quão remota ela é! A ilha é um vulcão ativo que entrou em erupção pela última vez em 1792. Foi descoberta pelo explorador espanhol Juan Sebastián Elcano em 18 de Março de 1522.

Em 1871 houve uma tentativa de povoar a ilha, um francês morador da Ilha Reunião  (outra micro ilha francesa) tentou durante um tempo viver por lá mas desistiu deixando pra trás cinco cabeças de gado.  Em 2008, a população de gado havia crescido para mais de 2.000 cabeças. O gado danificou seriamente o ecossistema da pequena ilha, e depois de uma série de tentativas frustradas para conter o crescimento,  todo o rebanho foi abatido em 2010.  Hoje a ilha abriga apenas a estação de pesquisa de Martin-de-Viviès , lar de 25 pesquisadores não-permanentes envolvidos em estudos biológicos, meteorológicos e geomagnéticos.

Foto: Divulgação

 

Ilha Santa Helena (Reino Unido)

População: 4.534
Massa de terra povoada mais próxima : 1.850km de Angola

Entre o continente sul-americano e a África está o ponto minúsculo da Ilha Santa Helena, há exatos 4.000 km do Rio de Janeiro e 1.850 km da costa angolana. Quando foi descoberta pelos espanhóis em 1502 não era habitada. Hoje é administrada pelo Reino Unido em conjunto com a ilha de Ascensão e Tristão da Cunha.  Durante centenas de anos foi um importante porto de escala para os navios que navegavam entre a Europa e a Ásia. Entrou pra história por ter sido o local onde os ingleses prenderam Napoleão Bonaparte que passou seus últimos dias com um pequeno número de seguidores, para os quais contava suas memórias e criticava aqueles que o capturaram.  Viveu na cidade Longwood por seis anos antes de morrer de câncer de estômago em 1821 com 51 anos de idade. A ilha é lar de 400 diferentes espécies de invertebrados que não existem em nenhum outro lugar da Terra.

 

 

Ilhas Svalbard (Noruega)

População: 2.667
Massa de terra povoada mais próxima: Localizado 950 km ao norte de Noruega.

Svalbard é um arquipélago no Oceano Ártico que durante os séculos XVII e XVIII  foi usado como base por pescadores de baleias. Na Segunda Guerra Mundial as ilhas foram ocupadas pelos nazistas que construíram uma estação meteorológica por lá. Hoje, as ilhas se tornaram famosas por abrigar a “Arca de Noé” dos tempos modernos, o  “Global Seed Vault”, uma estrutura que abriga quase um milhão de amostras de sementes de todo o mundo. A missão do projeto é fornecer uma rede de segurança contra a perda acidental de diversidade e atuar como um backup para os outros 1.750 bancos de sementes existentes no planeta.

Ny-Ålesund é um dos quatro assentamentos permanentes na ilha de Spitsbergen no arquipélago de Svalbard. É um dos assentamentos públicos funcionais mais setentrionais do mundo a 78 ° 55’N 11 ° 56 É habitada por uma população permanente de aproximadamente 30-35 cientistas. – Foto: Harvey Barrison

 

Ilha Diego Garcia (Reino Unido)

População : 4.239
Massa de terra povoada mais próxima : 1.796km ao sul da Índia.

Diego Garcia é um atol que fica próximo a Linha do Equador no Oceano Índico. Até a década de 1960 era o lar de mais de 1.500 chagosianos, um povo que habitava a ilha desde o século XVIII. Por lá desenvolveram uma língua própria, o crioulo chagosiano, baseado no francês e que incorpora várias outras línguas africanas e asiáticas.  Em 1968, os britânicos decidiram expulsar todos os chagosianos de sua terra para que as ilhas pudessem servir como base militar dos Estados Unidos.  Uma disputa legal de 45 anos foi finalmente resolvida em 2016 com os tribunais britânicos negando o direito de retorno aos chagosianos. Ironicamente a base militar dos EUA é chamada “Camp Justice”. Em artigos na internet o local é tido como uma prisão da CIA, para onde foram levados diversos inimigos do governo americano.

Segundo artigo publicado pelo site commondreams.org a ilha na verdade é uma prisão comandada pela CIA. Foto: Divulgação

 

Île de la Possession (França)

População : 26
Massa de terra povoada mais próxima: Localizado 2.370km de Madagascar.

As Ilhas Crozet são um arquipélago francês localizado no sul do Oceano Índico.  A  Ilê de la Possession é uma destas ilhas que é considerada como uma  “Important Bird Area”  pela “BirdLife International” por ser um local de reprodução de 26 especies de de aves marinhas.
A ilha é habitada apenas por 26 pesquisadores da base Alfred Faure

Foto: Eric Le Breton

 

 

Ilhas Laurie (Antártida)

População : 28
Massa de terra povoada mais próxima: 1.280km das Ilhas Falkland.

Esta remota ilha se encontra a 1.502 km do porto mais próximo de Ushuaia, na Argentina e é o lar da estação meteorológica mais antiga do mundo antártico, a Estação meteorológica da Base de Orcadas, criada em 1904. Orcadas foi a única base da Antártida por 40 anos até que os britânicos estabeleceram uma pequena base de verão. Ela também teve o primeiro radiotelégrafo do continente (em 1927). Os 11 prédios da base acolhem até 45 pessoas durante o verão, e uma média de 14 durante o inverno.

Ilhas Laurie – Foto: Antarctic96 / Wikimedia Commons

 

 

 

Raoul Island (Nova Zelândia)

População : 10
Massa de terra povoada mais próxima : 980km da Nova Zelândia.

Conhecida também como Sunday Island, fica a 1.100 km ao norte da Nova Zelândia. Raoul é uma ilha vulcânica muito ativa, e é atingida frequentemente por terremotos.  Em 2006, uma equipe de 3 pesquisadores estava no lago da cratera fazendo o registro das temperaturas da água quando ocorreu uma erupção vulcânica.  Os 40 segundos de erupção emitiram cerca de 200 toneladas de dióxido de enxofre. Os pesquisadores foram forçados a sair da ilha.  Um outro pesquisador, Mark Kearney de 33 anos, que estava em uma área que foi encoberta por 6 metros de cinzas desapareceu. Seu corpo nunca foi encontrado.
Instrumentos de pedra do tipo polinésio foram encontrados na Ilha Raoul, mas estava desabitada quando foi descoberta pelos ingleses.  A ilha faz parte da Reserva Marinha das Ilhas Kermadec , a maior reserva marinha da Nova Zelândia , criada em 1990.

 

 

Ilha da Trindade – (Brasil)

População: 32
Massa de terra povoada mais próxima: 1.167 km de Vitória (ES)

A Ilha de Trindade fica a 1.167 km de Vitória (ES) e a 2.400 km da África e pertence ao arquipélago “Trindade e Martim Vaz” que é constituído por duas ilhas (Trindade e Martim Vaz), separadas por 48 quilômetros. Juntas somam uma área total de 10,4 km².  É um destino pra poucos e que só pode ser visitado com permissão da Marinha, além de ser extremamente difícil ancorar em sua costa, pois é considerada pelos navegadores, como um imenso paredão no meio do Atlântico.  Conheça (aqui) o programa de Pesquisas Científicas da Ilha de Trindade.

Ilha da Trindade – Foto: Foto: Simone Marinho / Wikimedia Commons

 

 

Arquipélago de Tristão da Cunha (Reino Unido)

População : 293
Massa de terra povoada mais próxima : 2.400 km da África do Sul

Batizado com o nome do explorador português que descobriu as ilhas em 1506, Tristão da Cunha é o arquipélago habitado mais remoto do mundo. Fica a 2.400 km do continente africano.  Em 1961 uma erupção forçou a população inteira a abandonar a ilha.  As pessoas foram levadas em barcos abertos até a Ilha Nightingale, onde foram apanhadas por um navio e levadas para a Grã-Bretanha. Dois anos mais tarde as famílias retornaram a cidade de Edimburgo dos Sete Mares. Com menos de 300 habitantes, em 2015,  o governo abriu vagas para 6 postos de trabalho por lá. Na época noticiamos aqui no Mochila Brasil neste post.  Em abril deste ano mais 2 vagas para professores foram abertas. Pode ser a sua chance de partir pro lugar mais remoto da Terra! 😀

Tristão da Cunha – Foto: Alexey German / Oceanwide Expeditions

 

 

Ilhas Pitcairn (Reino Unido)

População : 49
Massa de terra povoada mais próxima : 2.120 km do Tahiti

As Ilhas Pitcairn ficaram conhecidas pelo motim do Navio “HMS Bounty”. Em 28 de abril de 1789 o navio da Marinha Real Britânica navegava em sua missão pelo Oceano Pacífico quando foi palco de um motim de tripulantes insatisfeitos liderados pelo mestre assistente Fletcher Christian. Os amotinados tomaram o controle da embarcação das mãos de seu comandante, o tenente William Bligh, deixando-o à deriva a bordo de um bote com poucos suprimentos junto com outros dezoito marinheiros.  Os amotinados se estabeleceram no Taiti e nas Ilhas Pitcairn; enquanto isso, Bligh conseguiu realizar uma viagem de mais de 6.500 quilômetros no bote até encontrar terra, começando então um processo para levar os amotinados para a justiça.

A história do motim se transformou no filme “Mutiny on the Bounty” de 1935, estrelado por Charles Laughton, como Bligh e Clark Gable, como Christian.  A ilha hoje é habitada por apenas 49 pessoas, a maioria com sobrenome dos amotinados “Christian, Adams, Quintal e Young”.

Ilhas Pitcairn – Foto: Divulgação

Votar

24 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 48

Votos Positivos: 36

Upvotes percentage: 75.000000%

Votos Negativos: 12

Downvotes percentage: 25.000000%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…