Blog

10 trekkings para curtir o frio no exterior


O esperado mês das férias está batendo às portas e como já sabemos, o inverno vem de carona para deixar os nossos dias mais gelados. E se tem algo que combina muito bem com o inverno, é neve e claro, baixíssimas temperaturas. Infelizmente, esse fenômeno não é comum no Brasil que é um país bem tropical – e seria injusto não destacarmos nessa publicação o quão cheio de belezas e riquezas naturais nós somos.
Mas, vamos combinar que se é para passar frio que seja em grande estilo, concorda? Pensando nisso, a Dreampass Experiences selecionou 10 experiências para curtir o frio no exterior. Se você gosta de frio e sempre quis se aventurar em lugares assim, não deixe de ler essa matéria até o final.

1- Trekking na Cordilheira Real – La Paz, Bolívia

Foto: Shutterstock.

A Cordilheira Real está situada no altiplano boliviano, a sudeste do Lago Titicaca e à leste da capital de La Paz, na Bolívia. Além de contemplar montanhas nevadas e lagos magníficos, você também irá vivenciar uma aventura inesquecível visitando o Valle de La Luna, que é um sítio arqueológico que vai fazer você se sentir como se estivesse literalmente na lua; isso por causa de suas formações rochosas.
Laguna Chiarkota, Pico Áustria e Glaciar Tarija são algumas das paradas desse trekking memorável. Para fechar com chave de ouro, no penúltimo dia, os viajantes fazem a famosa carretera de la muerte, uma descida de bike em abismos que certamente irá elevar os seus níveis de adrenalina. Deu vontade de fazer essa viagem não? Confira mais sobre, aqui.

2- Monte Roraima – Venezuela

Foto: Shutterstock.

Você está pronto para conhecer uma das formações geológicas mais antigas da Terra? O que o Monte Roraima não tem de neve, ele tem de frio. E não poderia ser diferente, já que seu ponto mais alto alcança 2810 metros, onde os termômetros podem cair até os 2°, com sensação de -0°. Fossas, cavernas e caminhos com grutas nunca exploradas te esperam nessa viagem. De bônus, você ainda poderá curtir um banho relaxante nas chamadas “jacuzzis”. Mas, tem que ter coragem, porque as águas são um pouco frias. Mais sobre, aqui.

3- Aventura no Salar do Uyuni e região + Lago Titicaca na Bolívia

Foto: Shutterstock.

Uma atividade de intensidade moderada, com altitude que atinge 5200m e um nível baixo de dificuldade técnica. A aventura no Salar do Uyuni traz um leque de paisagens que conseguem arrancar o fôlego de qualquer apreciador da natureza. Se você se interessar pela experiência, prepare as câmeras e embarque nesta aventura, aqui.
Já pensou em vivenciar de perto um dos mais lindos desertos da América do Sul? Nessa expedição você irá explorar o que a Bolívia pode lhe oferecer de melhor, com um cenário cinematográfico, que parece mesmo algo que nunca veríamos fora das telinhas. Os desertos de Siloi e Salvador Dali rodeados de vulcões e muita, eu disse muita beleza natural fazem parte da viagem que inclui também conhecer a Isla Del Sol no Lago Titicaca, através de um trekking que percorrerá a ilha de norte à sul. Para deixar a aventura redondinha, uma subida à montanha Chacaltaya nos arredores de La Paz.

4- Trekking Circuito Ausangate – Quiãspicanchi

Foto: Shutterstock.

Presente na Cordilheira Vilcanota, subcordilheira dos Andes, localizado na região de Cusco, no Peru. O pico Ausangate ou Auzangate atinge uma altitude de 6.384 metros, considerado por muitos, um dos mais belos trekkings da América do Sul. Uma das opções é a caminhada de 5 dias (a uma altitude média de 4.000m), além de vivenciar várias atividades da cultura local, interagindo diretamente com os nativos. Saiba mais sobre, aqui.

5- Tour Du Mont Blanc – Suíça, Itália e França

Foto: Shutterstock.

Quem dos amantes de ecoturismo e aventura, nunca ouviu falar do Mont Blanc? É nada mais que uma das mais belas paisagens encontradas no trekking dos alpes, escoltado pelo lindo e imponente Mont Blanc.
Na caminhada de dificuldade técnica moderada, você contemplará magníficas obras naturais alpinas, como geleiras, campos de flores e muita cultura local, passando por sete vales entre França, Itália e Suíça, atingindo passos de até 2665 metros de altitude. Saiba mais sobre esta aventura aqui.

6- Trekking do Kilimanjaro – Tanzânia

Foto: Shutterstock.

Esse trekking explora o ponto mais alto da África. Sua subida até o cume trata-se de uma experiência exótica e fascinante, especialmente a transição que acontece entre a Savana africana para as geleiras elevadas. Já imaginou? Sabe qual é o mais incrível disso tudo? A expedição Kilimanjaro é uma expedição de baixa dificuldade, no que diz respeito a terreno e a progressão para o cume, mas não deixa de ser essencial ter um treinamento adequado para este desafio da alta montanha, uma vez que a rota de ascensão não tem dificuldade técnica, mas é fisicamente exigente. Áreas como a Savana, floresta tropical, deserto de altura e geleiras fazem parte do cenário – é uma expedição selvagem, pois não podemos esquecer que Savana e florestas são refúgio de muito animais silvestres como, zebra, búfalos, antílopes e espécies exóticas de macacos. Um trekking que como qualquer outro, exige muito respeito à natureza, pois somos nós quem invadimos o habitat natural desses animais, e por isso, devemos contemplar cada detalhe com gratidão pela super experiência, que sem dúvida, será inesquecível. Mais informações sobre este trekking podem ser conferidas, aqui.

7- Trekking 360º em Torres Del Paine – Chile

Foto: Shutterstock.

Se você está a fim de uma travessia de tirar o fôlego com tanta beleza, essa é para você. Confira aqui.
O Trajeto 360° no Parque Torres del Paine, é considerado por muitos, um dos mais bonitos do mundo. O “Grande Circuito O” exige um ótimo condicionamento físico e disposição para longas caminhadas. Nele é possível apreciar algumas das mais intocadas e belas paisagens da Patagônia, conhecer as Torres del Paine (que deram nome ao parque), cruzar bosques e atravessar o Paso John Gardner, o mais difícil do parque, onde se tem a vista do Campo de Gelo Continental; Vale Frances, Glaciar, Grey, Dickson, Los Perros e Seron. A distância total percorrida a pé é de 133,414 km, tendo um aclive acumulado que totaliza 4.774 metros e um declive que tem a mesma profundidade.

8- Trekking ao Acampamento Base do Everest e Vale de Gokio – Nepal

Foto: Everest visto através do Vale de Gokio – Shutterstock.

Dentre os amantes de trekkings e montanhas, que atire a primeira pedra quem nunca sonhou em ver o Pico do Everest mais de perto. A montanha mais alta do mundo fica no Himalaia, entre o Tibete e o Nepal. Um dos roteiros feitos por lá é o do trekking que leva ao acampamento Base do Everest e ao Vale Gokio (Passagem pelo Lake Valley Gokio). Paisagens incríveis e áreas cheia de lendas e mistérios fazem parte da jornada de 17 dias.
A atividade é moderada, mas intensa e está a 5.545 metros acima do nível do mar o que exige dos viajantes ótimas condições físicas e de saúde para desfrutar desta experiência, sem dúvida alguma, inesquecível. Mais sobre, aqui.

9- Trekking Parque Nacional Los Glaciares El Chaltén – Patagônia Argentina

Foto: Shutterstock.

Nessa aventura você vai se deparar com a natureza no seu estado bruto, por isso costumamos dizer que é um dos últimos locais verdadeiramente selvagens da Terra. Se você realizar esse trekking (saiba como, aqui) terá a oportunidade de caminhar em lindíssimas trilhas cercadas por montanhas, vales de flora inigualáveis, navegar em lagos glaciares, além de registrar todas as maravilhas que a Patagônia oferece como um grande diferencial.
A ideia é chegar até El Calafate, conhecer a cidade e depois seguir para a conhecer a surreal beleza do Glaciar Perito Moreno, localizado no Parque Nacional Los Glaciares. Piedra del Fraile, Perito Moreno, são algumas das lindas montanhas e picos que encontraremos nesse lugar. Segura Coração!

10- Trekking no Parque Aconcágua – Mendoza – Argentina

Foto: Shutterstock.

A imagem já diz tudo, o Parque Aconcágua traz uma vista espetacular, além da energia, que é perfeita para a prática de trekkings e montanhismo. Se por foto já ficamos deslumbrados, imagina essa vista ao vivo!
O parque fica na cidade de Mendoza, na Argentina e faz parte da Cordilheira dos Andes. Por lá é possível fazer caminhadas ao redor do Refúgio da Montanha, passando por campos importantes como: Confluência (3.300m), Plaza Francia (4.200m) e um dos grandes pontos turísticos naturais do mundo: Parede do Sul do Aconcágua.
Nesta sugestão de roteiro (confira aqui) são 8 dias de uma experiência única, que exige do corpo (pois o desgaste é grande), mas que compensa o esforço físico e cada gota de suor derramada.

Os trekkings deste post e muitos outros estão disponíveis no site e no app da Dreampass Experiences.
Baixe gratuitamente o aplicativo através do seu smartphone Android ou iOS.

Texto: Equipe Dreampass Experiences.
Este é um publieditorial.

Votar

13 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 13

Votos Positivos: 13

Upvotes percentage: 100.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Comentários do Facebook

comentários

1 Comment

1 Comment

  1. Americo

    14 de junho de 2017 at 23:48

    Uberaba/Sorocaba por favor!!!!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas