Blog

Veja a cidade por outros ângulos: 8 trilhas no Rio de Janeiro


Engana-se quem pensa que fazer trilhas é um prazer reservado apenas a profissionais de trekking (caminhada). Na região metropolitana do Rio de Janeiro há muitas opções para aqueles que não estão com um bom condicionamento físico e que não acumulam muitas experiências com trilhas. Além disso, se a ideia é fazer uma viagem mais barata à Cidade Maravilhosa, planejar um roteiro com as melhores trilhas no Rio de Janeiro pode ser muito vantajoso, afinal todas têm acesso gratuito ou de baixíssimo custo.

Para inspirar você – mochileiro, amante de ecoturismo ou iniciante – fizemos uma lista com 8 trilhas no Rio de Janeiro para você ver a cidade por outros ângulos. Todas oferecem um visual incrível, algumas com um nível de dificuldade leve, outras moderado. Mas fique tranquilo, todas reservam uma bela recompensa lá no alto.

Ah, uma dica sobre segurança: faça todas as trilhas com um grupo de amigos ou ainda em uma excursão. Infelizmente, o Rio de Janeiro tem sofrido com a violência e é sempre bom estar em um grupo grande e não portar muitos objetos de valor. Outra dica é fazer as trilhas de tênis ou ainda calçados especiais para montanhistas.

Confira as melhores trilhas no Rio de Janeiro e boa viagem!

Mirante do Caeté

Tempo médio: 30 minutos
Distância: 800 m
Altura: 130 m
Dificuldade: Leve

A trilha para o Mirante do Caeté é leve e não exige muito esforço físico. O lugar fica na área de proteção ambiental da Prainha, um paraíso dos surfistas. Ao fazer a trilha é possível ter contato direto com a vegetação de restinga, além de costões rochosos. O lugar tem uma beleza tão intacta que dá a sensação de reencontrar o Rio de Janeiro como ele era há séculos. O caminho até o cume é bem sinalizado e de lá de cima é possível avistar a Pedra do Pontal, o Recreio dos Bandeirantes e a Barra da Tijuca.

Como chegar ao Mirante do Caeté
A trilha até o Pico do Caeté tem início no Parque Municipal Ecológico da Prainha, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O parque fica bem em frente à praia e é usado por muitos banhistas, além dos surfistas, por oferecer uma boa infraestrutura com banheiros, chuveiros e bebedouros. Mas fique atento: você só pode realizar a trilha dentro do horário de funcionamento do parque, que é das 8h às 17h.

Pedra Bonita

Pedra Bonita, Trilhas no Rio de Janeiro

Créditos: Creative Commons

Tempo médio: 40 minutos
Distância: 1.15 km
Altura: 693 m
Dificuldade: Moderada

É uma das trilhas mais procuradas pelos turistas no Rio de Janeiro. Apesar do caminho até a Pedra Bonita ser o tempo todo íngreme, a trilha é rápida (cerca de 40 minutos) e não apresenta grandes obstáculos para o trilheiro chegar até o topo. De lá é possível ver o Morro dos Dois Irmãos, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Cristo Redentor, a Barra da Tijuca e a deslumbrante Pedra da Gávea. O amanhecer na Pedra Bonita é concorrido, mas é o horário que mais indicamos! Muitas pessoas fazem a trilha bem no início da manhã, por volta das 5h, para chegar ao topo e apreciar o nascer de mais um dia.

Como chegar na Pedra Bonita
Para chegar até lá é preciso ir até São Conrado e subir a Estrada das Canoas. Há placas indicando o local para estacionar o carro e também para iniciar o percurso para a Pedra Bonita, que fica bem próximo da rampa de voo livre, bastante conhecida na região.

Pico Tijuca Mirim

Pico Tijuca Mirim, Trilhas no Rio de Janeiro

Créditos: Creative Commons

Tempo médio: 50 minutos
Distância: 2.6 km
Altura: 917 m
Dificuldade: Leve

É uma das melhores opções de trilhas no Rio de Janeiro para os aventureiros com menor condicionamento físico, podendo ser percorrida inclusive por crianças já que exige apenas caminhada leve. O Pico da Tijuca Mirim fica na área da Floresta da Tijuca e o percurso até lá é feito a partir da principal trilha do local, bem demarcada e protegida pela sombra das árvores.

A trilha é a mesma que segue para o Pico da Tijuca, só que exige menos esforço. Os viajantes devem começar do Largo do Bom Retiro, no Parque, e a partir daí seguir até uma bifurcação, onde deve-se continuar em frente para chegar ao Pico da Tijuca Mirim. O caminho à direita leva até ao Pico da Tijuca. A recompensa lá em cima? Um visual panorâmico da Zona Norte do Rio de Janeiro e, mais ao fundo, pontos turísticos como o Cristo Redentor.

Como chegar no Pico da Tijuca Mirim
Para chegar lá basta pegar a estrada para o Alto da Boa Vista e ir até a Praça Afonso Vizeu. É ali que está um dos melhores acessos ao Parque Nacional da Tijuca, onde fica a trilha para o Pico da Tijuca Mirim. É permitida a entrada de carros, além de ser autorizado o acesso de automóveis até a base da trilha.

Morro da Urca

Morro da Urca, Trilhas no Rio de Janeiro

Créditos: Creative Commons

Tempo médio: 40 minutos
Distância: 1.5 km
Altura: 220 m
Dificuldade: Leve

Todo mundo sabe que o Pão de Açúcar é um dos principais cartões postais do Rio de Janeiro. Mas que o bondinho não é o único meio de se chegar lá em cima, você sabe? Pelo menos para o Morro da Urca é possível ter acesso – gratuito – por uma trilha leve. É uma boa alternativa para apreciar a vista sem precisar pegar o bondinho. A trilha para o topo do Morro alterna subidas íngremes e trechos mais planos. A recompensa lá de cima é uma vista fantástica e muito privilegiada da Baía de Guanabara. Vale dizer que a trilha é bem segura, pois fica em uma área militar.

Continue lendo sobre as trilhas no Rio de Janeiro, no blog do Guichê Virtual!

Votar

0 ponto
Upvote Downvote

Total de Votos 8

Votos Positivos: 4

Upvotes percentage: 50.000000%

Votos Negativos: 4

Downvotes percentage: 50.000000%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas