Blog

9 coisas que você não sabia sobre Buenos Aires


Buenos Aires é conhecida por sua requintada arquitetura art-nouveau, sua importante cena cultural e seus bifes de chorizo que deixam qualquer um babando. Mas há alguns fatos peculiares que não são conhecidos pela maioria dos viajantes. Esta é uma lista com 9 coisas que você talvez não saiba sobre Buenos Aires.

A atração mais visitada da cidade é um cemitério

Esqueça o Obelisco, o Teatro Colón ou a Casa Rosada. A atração mais visitada em Buenos Aires é o Cemitério da Recoleta. Fundado em 1822, o cemitério foi construído como uma cidade, com grandes blocos e avenidas arborizadas que abrangem um total de 14 hectares e incluem cerca de 5.000 mausoléus. Lá estão enterrados alguns dos ícones do país, incluindo presidentes, vencedores do Prêmio Nobel, comandantes militares e a idolatrada Eva Peron, cujo mausoléu é o mais impressionante da vizinhança.
BBC e CNN declararam que o Cemitério da Recoleta está entre os mais belos do mundo.

Cemitério da Recoleta – Foto: HalloweenHJB / Wikimedia Commons

O porteño realmente ama ler

Com um total de 734 livrarias – ou cerca de 25 por 100.000 habitantes – Buenos Aires tem o maior número de livrarias per capita do mundo. Os argentinos realmente gostam de ler.  As livrarias variam entre lojas íntimas e caseiras até boutiques e lojas enormes e pomposas como a El Ateneo Grand Splendid , que também é uma das atrações turísticas da cidade.

A livraria El Ateneo Grand Splendid – Foto: Mark Charan Newton

A avenida mais larga no mundo

A gigantesca Avenida 9 de Julio rasga o coração do centro de Buenos Aires, servindo como uma artéria essencial para distribuir o tráfego pelo centro da cidade. Gigantesca com seus 140 metros de largura, é composta de 22 pistas. Realmente monumental!

O obelisco e a Av 9 de Julio – Foto: Divulgação

É a cidade com maior porcentagem per capita de gatos e cães no mundo

Os porteños realmente amam seus companheiros peludos. A cidade possui a maior porcentagem de animais de estimação per capita no mundo. Os cães são particularmente populares, 60% das famílias possuem pelo menos um. Felizmente, os moradores preferem adotar seus animais de estimação em vez de comprá-los e por isso a cidade também possui uma baixa ocorrência de animais de rua.

Andador de cães em Buenos Aires | © LWYang / Flickr

Passeador de cães em Buenos Aires Foto: LWYang / Flickr

O Tango não é tão elegante como você pensa

Buenos Aires é conhecida por sua alta cultura. Dentre os destaques claro, está a sexy e elegante dança ícone de Argentina: o Tango.
O que muitos não sabem é que o Tango teve origem nos prostíbulos da cidade e seus movimentos sedutores são inspirados nas interações entre um cafetão e uma prostituta. O cantor Carlos Gardel exportou a dança para a França, onde se tornou muito popular e ganhou uma reputação mais sofisticada.

O Futebol não é o esporte nacional

Buenos Aires é a cidade mais louca por futebol na face da Terra. Assistir um jogo entre Boca Juniors e River Plate é uma das atrações da Argentina. Mas o esporte oficial do país é chamado de Pato: um jogo semelhante ao Polo Equestre onde os jóqueis usam suas mãos em vez de tacos. É um esporte jogado por gaúchos desde 1600 e o título de esporte oficial foi concedido em 1953 pelo então presidente Juan Perón .
O nome do esporte é Pato, pois nos velhos tempos, os participantes jogavam com um pato vivo em uma gaiola, o qual felizmente foi substituído por uma bola.

Pato | © Y1997xf11 / Wikipedia

Um esporte chamado Pato – Foto: Y1997xf11 / Wikimedia Commons

Psicólogos por toda parte

Ir há um psiquiatra ou a um psicólogo em Buenos Aires não é um tabu. Por lá eles têm a incrível marca de 1 psicólogo para cada 500 pessoas. Os habitantes da capital argentina são os mais dispostos a adotar serviços psiquiátricos no mundo.

O interesse pela psicologia na Argentina se reflete na popularidade de uma peça em Buenos Aires, “A última sessão de Freud”. Foto: Tomas Munita / The New York Times

Por que a Casa Rosada é rosa

Casa Rosada é o famoso palácio presidencial, uma das atrações do centro da cidade. O edifício icônico entrou para história nacional quando Juan Perón, acompanhado de sua esposa Eva, se dirigiu à uma multidão de centenas de milhares de argentinos exigindo sua libertação. No entanto, uma parte menos conhecida de sua história é o porquê da casa ter sido pintada de rosa: uma teoria é que dois importantes partidos políticos do país, cujas cores eram representadas pelo branco e vermelho se uniram no século 19.
Outra diz que o edifício foi originalmente pintado com uma mistura de cal e sangue bovino considerada na época como um isolante contra o calor e a umidade.

Casa Rosada | © GRAPHICALBRAIN / pixabay

Casa Rosada – Foto: GRAPHICALBRAIN / Pixabay

A Paris do Sul

Muitas pessoas consideram Buenos Aires a Paris da América do do Sul e não é difícil entender porque, depois de passar alguns dias por lá. Buenos Aires apresenta uma arquitetura impressionante com uma variedade de estilos inspirados no Velho Mundo, uma cena cultural refinada, uma atmosfera europeia cosmopolita, com inúmeros cafés e uma abundância de locais românticos a serem explorados.

A fachada do Café Paris no bairro Vicente Lopez – Foto: lavidadeviaje.com

Com informações de theculturetrip.com

Votar

54 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 80

Votos Positivos: 67

Upvotes percentage: 83.750000%

Votos Negativos: 13

Downvotes percentage: 16.250000%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…