Blog

As 10 viagens de trem mais espetaculares do mundo

10 – Flam Railway – Noruega

É um passeio de 40 minutos em trem panorâmico pelo fiorde mais longo e profundo da Europa, o Sognefjorden. A viagem passa pelo vale de Flåm, com vistas de cachoeiras e picos nevados. O trem viaja devagar e para nos pontos mais pitorescos.
Quem foi? – A galera do blog Bailandesa.nl passou por lá, confira aqui.
Mais informações: www.visitflam.com

Flam Railway - Foto: www.visitflam.com

Flam Railway – Foto: www.visitflam.com

09 – Bernina Express – Suíça/Itália

Em uma ferrovia histórica tombada pela Unesco, o trem panorâmico contorna os vales dos Alpes Suíços em uma viagem até a Itália, partindo cidade de Chur, na Suíça e com paradas em Davos e St.Moritz e segue até a cidade de Tirano na Itália. A viagem dura 7 horas e ocorre uma vez por dia.
Quem foi? – A viajante Maria Augusta Mathias passou por lá e conta como foi nesse post aqui
Mais informações: www.rhb.ch

 

Bernina Express - Foto: www.swissrailways.com

Bernina Express – Foto: www.swissrailways.com

 

08 – The Rocky Mountaineer – Canadá

Esse trem panorâmico oferece uma espetacular jornada de 2 dias pelas Montanhas canadenses, entre Vancouver e Banff ou Jasper. O trem segue viagem pelas planícies e montanhas de Alberta e os picos cobertos de neve e florestas de British Columbia.
Quem foi? – O viajante Claudio do Blog “Perdido por Aí” foi e conta como foi nesse post aqui.
Mais informações: www.rockymountaineer.com

The Rocky Mountaineer

The Rocky Mountaineer

 

07 – TranzAlpine – Nova Zelândia

O TranzAlpine é um trem panorâmico da Ilha Sul da Nova Zelândia, a viagem de 223 km em sentido único, leva cerca de 4 horas e meia. Há 19 túneis e 4 viadutos incluindo o Staircase Viaduct com 73 metros de altura.
Quem foi? – O viajante Oscar Augusto do “Blog Viajoteca” passou por lá, veja como foi a viagem aqui.
Mais informações: www.kiwirailscenic.co.nz/tranzalpine/

TranzAlpine - Foto: www.springfieldinformation.co.nz

TranzAlpine – Foto: www.springfieldinformation.co.nz

06 – Rauma Line – Noruega

Rauma Line é uma ferrovia de 114km que liga a cidade de Åndalsnes a vila de Dombås, Noruega. O pequeno trem panorâmico corta o vale do Rio Rauma no Parque Nacional Reinheimen e proporciona vistas sensacionais de picos nevados, paredes rochosas e encostas das montanhas. A região é uma das maiores áreas selvagens ainda intactas no sul da Noruega. A melhor época para fazer essa viagem é no verão. Os destaques do trajeto são os paredões do penhasco Trollveggen e a ponte Kylling.  O percurso dura 1 hora e 40 minutos.

Mais informações: www.nsb.no

Rauma Railway - Foto: www.discover-the-world.co.uk

Rauma Railway – Foto: www.discover-the-world.co.uk

05 – El Tren del Fin del Mundo – Argentina

Em meio a montanhas nevadas no extremo da América do Sul em Ushuaia, na Argentina, o passeio pela a Ferrovia Austral Fueguina começa na estação ‘Fin del mundo’ e segue serpenteando as margens do Rio Pipo  até a Estação Parque Nacional da Terra do Fogo.  O percurso tem apenas 7km e dura em média 1 hora.
Quem Foi? –  A viajante Julicsbc passou por lá e deixou o relato no Mochileiros.com nesse tópico aqui.
Mais informações: www.trendelfindelmundo.com.ar

El Tren del Fin del mundo - Foto: Daniel García Peris

El Tren del Fin del mundo – Foto: Daniel García Peris

04 – Nariz del Diablo –  Equador

Reconhecida como Patrimônio Cultural do Equador, passou por uma total restauração e hoje é a principal rota turística de trem da América do Sul. São diversos trajetos, como o “Tren de Los Volcanes” que parte de Quito e corta uma região rodeada de vulcões; o “Tren de la Libertad” que segue por túneis e pontes monumentais entre as montanhas andinas; o Tren de Hielo, cujo percurso passa aos pés do Vulcão Chimborazo, o mais alto do Equador e o clássico Nariz del Diablo, entre outros novos trajetos.  Se viajar de trem é o seu sonho, na América do Sul, seu país é o Equador!
Quem foi? –  A viajante Mari Campos foi e escreveu um relato em seu blog aqui . O viajante Rogério Ruschel também passou por lá em 2005, no tempo em que se viajava sobre os vagões. Confira aqui
Mais informações: www.trenecuador.com

Tren de Hielo com o vulcão Chimborazo ao fundo – Foto: Tren Ecuador

Tren de Hielo com o vulcão Chimborazo ao fundo – Foto: Tren Ecuador

 

03 – Indian Pacific Railway – Austrália

A Indian Pacific é a única viagem de trem transcontinental do mundo e seu percurso de 4.352 km liga as cidades de Perth na costa do Oceano Índico e a capital Sydney, na costa do oceano pacífico. A viagem completa dura 65 horas – três dias e três noites. O trem é um ícone australiano e passa por algumas das cidades e lugares mais remotos do país  como as “Blue Mountains“, “Broken Hill”, “the Nullarbor Plain“, “Kalgoorlie” e a cidade fantasma de”Cook” com uma população de 4 pessoas. O preço é que não é tão convidativo, a passagem mais barata entre Sydney e Perth não sai por menos de 700 dólares australianos.
Quem foi? – A viajante Giovana Vitola escreveu um relato para a revista Viagem e Turismo. Confira aqui
Mais informações: www.greatsouthernrail.com.au

 

Ferrovia Indian Pacific - Foto: www.greatsouthernrail.com.au

Ferrovia Indian Pacific – Foto: www.greatsouthernrail.com.au

 

02 – Alaska Railroad – Estados Unidos

A Alaska Railroad corta o território do estado do Alaska, Estados Unidos. A ferrovia tem uma extensão de mais de 800 km incluindo suas vias secundárias. . Há 5 opções de percursos pelo território do Alaska.
Quem foi? – A galera do blog Nerds Viajantes já passou por lá, confira aqui.
Mais informações:  www.alaskarailroad.com

 

Alaska Railroad - Foto: Dave Blaze

Alaska Railroad – Foto: Dave Blaze

 

 01 – Transiberiana – Russia

A ferrovia Transiberiana conecta a Rússia Europeia com as províncias do Extremo-Oriente Russo, Mongólia, China e o Mar do Japão. É a mais longa ferrovia do mundo com 9.289 km, abrangendo oito fusos horários e levando vários dias para realizar a viagem completa.

Quem Foi? – O viajante Mike Cerqueira passou por lá e deixou seu relato no Mochileiros.com nesse tópico aqui.
Mais informações:  www.russiantrains.com

Transiberiana - Foto: Divulgação

Transiberiana – Foto: Divulgação

 

 

 

Bônus Track Brasil

Trem do Pantanal

O Trem do Pantanal  liga a cidade de Campo Grande a cidade de Miranda, ambas no estado de Mato Grosso do Sul. A ferrovia original fazia parte da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil. A linha foi inaugurada em 1914, chegando a Corumbá em 1952. De 1995 a 2009, funcionou apenas como transporte cargueiro. O serviço turístico foi inaugurado em 2006 e apesar de chamar-se Trem do Pantanal, seu roteiro, por enquanto, é só Campo Grande – Aquidauana – Miranda. O trem tem capacidade total de 282 lugares.
Mais informações: www.serraverdeexpress.com.br

Trem do Pantanal - Foto: Gazeta do Povo

Trem do Pantanal – Foto: Gazeta do Povo

 

 Trem da Serra do Mar Paranaense

Percurso de 110 km que percorre a serra do mar do Paraná por uma ferrovia histórica. O Trem parte diariamente de Curitiba rumo à cidade de Morretes  passando por pontes e viadutos, algumas consideradas verdadeiras obras de arte da engenharia como a Ponte São João com 55 metros de extensão, o Viaduto do Carvalho e o túnel Roça Nova – com 457 metros de extensão e 900 metros acima do nível do mar. A viagem dura aproximadamente 3 horas.
Mais informações: www.serraverdeexpress.com.br

Trem da Serra do Mar Paranaense - Foto: Serra Verde Express

Trem da Serra do Mar Paranaense – Foto: Serra Verde Express

 

Trem das Montanhas Capixabas

O Trem das Montanhas Capixabas percorre um trecho de 46 Km, partindo da cidade de Viana, uma cidade de influência açoriana, localizada à 23 km de Vitória. O trecho ferroviário foi inaugurado em 1895, sendo conhecido na época como Leopoldina Highway, em homenagem à Maria Leopoldina, primeira imperatriz do Brasil. Durante a subida da Serra, contemplam-se pequenas propriedades rurais e áreas preservadas de Mata Atlântica. A primeira parada é na cidade de Domingos Martins, onde dois túneis e uma ponte suspensa sob o Rio Jacu são os pontos mais relevantes do trajeto. O passeio de trem tem cerca de duas horas e meia de duração. Nas estações, moradores vendem artesanato, doces e bolachas.
Mais informações: www.serraverdeexpress.com.br

Trem das Montanhas Capixabas

Trem das Montanhas Capixabas – Foto: Serra Verde Express

 

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

2 Comments

2 Comments

  1. Jaerson

    2 de dezembro de 2015 at 9:50

    faltou tb o Trem das nuvens em Salta Argentina

  2. joanna rizzo aguilar

    1 de dezembro de 2015 at 23:23

    trecho da SERRA DO MAR SÃO PAULO
    PARTINDO DE RIO GRANDE DA SERRA
    E SERPENTANEANDO ATÉ CHEGAR NA CIDADE DE CUBATÃO
    A VISTA É MARAVILHOSA vale a pena…
    chegada na baixada santista

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…