Blog

Casal viaja América Latina de Kombi com seus 3 gatos


O casal  Eva e Carlos, ela catalã e ele mexicano, estão desde dezembro de 2014  viajando pela América Latina em uma  kombi 1977. Além dos dois também fazem parte da tripulação seus 3 gatos: Nino, Nuix e Cachito.

O casal que vivia na Península de Yucatán, no México, há muito tempo desejava cair na estrada, mas não podia deixar pra trás os 3 gatíneos e foi aí que surgiu a ideia de comprar uma kombi. Em outubro de 2013 foram para Guadalajara e compraram uma kombi 1977 que foi batizada de “Kukis”. A kombosa logo foi transformada em casa ambulante pra cumprir o objetivo de levar junto as 3 bolas de pelo.

Eva, Carlos, Nino, Nuix e Cachito!

E como é viajar com gatos?

No site do casal, o Xino Xano, o casal conta como foi a adaptação e nós reproduzimos aqui:

” Viajar com gatos é algo um pouco estranho e uma das perguntas mais comuns que nos fazem é: Como vocês conseguem viajar com os gatos? Eles não tentam fugir? Eles não ficam enjoados dentro da kombi?  Onde fazem as necessidades?

Tentamos responder a todas estas perguntas e muito mais queremos mostrar que ter animais de estimação não deve ser um obstáculo para você realizar seus sonhos.

O começo

Nós compramos, desenhamos e adaptamos a kombi para os gatos. Sem eles, a viagem teria sido mais rápida de mochila e transporte público e muito provavelmente a viagem já teria terminado.  O tempo que levamos pra pensar como viajar com eles, também foi o tempo de desenvolver nosso trabalho pela internet.  Podemos dizer que, graças a eles, estamos viajando mais tempo, mais devagar e assim seguimos trabalhando também na kombi… Uma viagem que, para muitos, é quase uma utopia.

O primeiro desafio foi vencer o movimento constante da kombi. Embora os 3 já tinham experiência de ter mudado de país várias vezes, eles não estavam acostumados a viajar de carro. Um deles – Nino- se adaptou rapidamente. Os outros dois ficavam escondidos por todos os lugares que encontravam no carro.  Nuix  se adaptou depois de algumas horas e Cachito, o mais novo,  passou 2 dias sem comer e beber. No terceiro dia já estava a vontade dentro da Kombi. Após 15 meses de viagem, podemos dizer que os 3 se tornaram apreciadores da vida globetrotting!

Agora, Nino sempre vai comigo e Nuix é copiloto. Cachito vai sempre sentado no banco traseiro da kombi. Quando eles precisam de uma pausa começam a miar e todos nós aproveitamos a oportunidade para esticar nossos 16 pés.

Não fogem?

Nós levamos muito tempo para perceber a capacidade de adaptação dos gatos. No começo não deixávamos eles saírem pra fora da kombi com medo deles se perderem e gradualmente fomos deixando e gradualmente percebemos que eles nunca realmente vão pra muito longe do carro.

Sempre inspecionamos bem o terreno antes de deixá-los sair para ver se não há cães ou muitas pessoas e carros passando por perto.  Quando chegam em uma lugar novo, eles querem explorar, mas sempre ficam perto da kombi. Se o local tem muitos cães, pessoas ou carros, nós colocamos eles na coleira.  Além disso, aos poucos, eles têm se acostumado a nos obedecer. Quase por acaso, eles têm voltado ao carro quando batemos palmas e quando isso funciona há sempre o recurso de oferecer petiscos.

Não enjoam?

Nunca tivemos este problema na kombi.  Apenas Nuix e Cachito ficaram mareados quando viajamos de barco entre o Panamá e a Colômbia … assim como nós também ficamos. Nino, no entanto, parecia um marinheiro!

Onde fazem as necessidades?

Para a abrigar a caixa de areia nós fizemos um armário. Nós usamos serragem porque não pesa nada, e é grátis (ou quase) e cheira bem. Mas, como temos passamos mais tempo fora da kombi vimos que precisamos de menos serragem. Os três aproveitam quando paramos e “vão ao banheiro” e também aproveitam pra afiar as unhas nas árvores.”

Para saber mais sobre a viagem desse quinteto, curta e acompanhe o site e a página deles no Facebook.

 

Confira algumas fotos da viagem:

Fazendo amizade com o cachorríneo!

Curtindo o visual da Lagoa do vulcão Quilotoa no Equador

Toda a família reunida pra foto

Chegando no Equador

Em Ushuaia

Vamos explorar!

Uma foto com a Kombi!

Outros gatíneos viajantes

Por aqui a gente já mostrou outras histórias de viajantes que caíram na estrada acompanhados de seus gatíneos, como a de um australiano que vive e viaja com sua gatinha numa Van pelo país, de dois bichanos abandonados e que encontrados por duas excursionistas viraram super aventureiros e até de um gatinho “herói” que ajudou um viajante perdido nos alpes suíços a voltar para o hostel.

Votar

96 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 182

Votos Positivos: 139

Upvotes percentage: 76.373626%

Votos Negativos: 43

Downvotes percentage: 23.626374%


Comentários do Facebook

comentários

2 Comments

2 Comments

  1. ramon

    19 de janeiro de 2017 at 9:36

    top top top, curti mil vezes, tenho muita vontade de viajar assim, showwww

  2. Sueli Ribeiro Correia

    17 de janeiro de 2017 at 20:15

    Tenho dois gatos. Um vive se escondendo até dentro de casa. A outra, não aceita sequer a ida ao veterinário. Se sai ao corredor já faz um escarcéu.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas