Blog

Casal viaja o mundo vendendo fotos Polaroid por onde passa


O casal de jornalistas e viajantes argentino, María Pagola e Augusto Rosés está na estrada desde abril de 2016. De lá para cá, juntos já conheceram mais de 20 países e para conseguirem se manter economicamente durante a viagem fazem fotos das paisagens, monumentos e pessoas que encontram pelo caminho com uma câmera instantânea e a elas vendem a imagem “revelada” (impressa) como recordação. Mochileiros sabem que algumas destas amizades feitas na última hora durante uma viagem parecem amizades de décadas e então, quando não há venda, eles conseguem por exemplo, hospedagem na casa dos novos amigos fotografados. (Aqui, mais 19 coisas que só quem já mochilou sabe).
A viagem de ambos começou com uma oportunidade de visto francês para argentinos menores de 30 anos, o qual lhes permitiria viver e trabalhar legalmente durante um ano na França ou permanecer legalmente na Europa pelo mesmo período.
Ao jornal argentino La Nacion, explicam que não têm um roteiro pré-determinado. Onde lhe oferecerem um lugar para viver um tempo, lá vão eles. “Nos alojamos principalmente em casas de amigos, conhecidos, amigos de amigos, também ficamos em hostels, fazemos couchsurfing e várias pessoas para as quais vendemos as fotos Polaroid nos convidam a ficarmos em suas casas. Desta forma conhecemos Viena, Polônia, umas praias da Catalunha e pequenas vilas perto de París”.
Eles já fizeram mais de 700 fotos instantâneas de pessoas de 50 nacionalidades diferentes, segundo o La Nacion.

María e Augusto | Foto: Reprodução Facebook.

Roupas lavadas, câmera a postos e “encontrar” | Foto: Reprodução Facebook.

Com Marta, uma das fotografadas. A elas eles ofereceram a foto e ela respondeu que não tinha dinheiro. A “negociação” virou o começo de uma bonita amizade. Eles se encontraram numa praia de Gran Canaria, na Espanha. Mais adiante ela foi visitá-los em Málaga. Ao final do encontro: um abraço forte e a promessa de voltarem a se ver. “Que boas são as viagens. Boas são também as pessoas”, comentam sobre, no Facebook | Foto: Reprodução.

Foto: Reprodução.

Encontros

Para dividirem suas imagens e histórias criaram um blog, o Randevuses.
O nome vem do hábito de uma das avós de María, Nita. “Cada vez que ia visitar amigos ou cumprimentar alguém dizia que ia ‘fazer os randevuses’. Todos acreditávamos que ela havia inventando esta expressão. Tempos depois nos demos conta que era uma reinterpretação dela da expressão francesa ‘Rendez-vouz’ que significa ter um encontro”, explicam.
María e Augusto se encontraram em um centro de ajuda aos afetados por uma inundação ocorrida na cidade de La Plata (capital da província de Buenos Aires) em 2013 e desde então não mais se separaram e seguem pelo mundo, se reencontrando.
Para saber mais da história deles acesse o blog, a página no Facebook e o Instagram.

A primeira foto instantânea do casal | Foto: Reprodução Facebook.

Com informações de La Nacion e Randevuses.

Votar

12 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 12

Votos Positivos: 12

Upvotes percentage: 100.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…