Blog

Como fazer um mochilão pelo nordeste: Dicas incríveis


Existem muitas maneiras de se viajar, mas a mais intensa é, sem dúvidas, aquela que se faz com uma mochila nas costas e um par de calçados bem confortável. E para viver dias incríveis, não é preciso ir muito longe! Esse nosso Brasil é um país repleto de paisagens maravilhosas. Dá pra aproveitar a neve no sul, se esbaldar na gastronomia do sudeste e até fazer um mochilão pelo nordeste!

Para que você possa aproveitar o melhor da viagem, que é a própria viagem, preparamos 2 roteiros de 15 dias. Mas isso pode variar de acordo com o seu orçamento e a sua disponibilidade de tempo, está bem?

Encontre aqui o post completo sobre como fazer um mochilão pelo nordeste 🙂

Roteiro 1: Norte de Alagoas ao sul de Pernambuco

Uma das partes mais bonitas do litoral nordestino está entre esses dois pontos.

Dia 1 – Maceió, Alagoas

Ao chegar em Maceió, aproveite o primeiro dia para descansar e se adaptar a cidade. Na capital de Alagoas você irá se deslumbrar com praias de águas mornas e areias douradas. Longe da orla ficam as atrações culturais, com inúmeras igrejas em estilo barroco e gótico. 

Dia 3 – São Miguel dos Milagres, Alagoas

Um dos mais antigos povoados de Alagoas, com praias espetacularmente desertas, acessíveis pela estrada emoldurada por coqueirais. São Miguel dos Milagres, também conhecida como santuário do Peixe-boi, fica há quase duas hora da capital Maceió.

Dia 5 – Maragogi, Alagoas

No fim da Costa dos corais, há 1h30 de São Miguel dos Milagres, encontra-se a cidade de Maragogi. Com 22 km de costa, você poderá conhecer praias incríveis e ainda fazer mergulhos em uma das mais bonitas formações de corais do mundo.

Dia 7 – Porto de Galinhas, Pernambuco

Há 1h30 de Maragogi, Porto de Galinhas é um paradisíaco cenário de águas verdes, céu turquesa e areias brancas. Na cidade, é possível se aventurar em praias próprias para o surf, como Maracaípe, ou descansar nas águas calmas e quase desertas de Camboa. 

Dia 9 – Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco

Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, o Cabo de Santo Agostinho abriga lindas paisagens naturais. Na Vila de Nazaré você pode visitar antigas construções do Brasil Colônia, como o Forte Castelo do Mar e as ruínas da Antiga Casa do Faroleiro, de 1883.

Dia 11 – Recife, Pernambuco

Em Recife é possível encontrar uma infinidade de atividades culturais e uma vida noturna agitada. A terceira maior capital do Nordeste ainda oferece uma ampla variedade gastronômica, casas de show, museus e centros culturais. 

Dia 14 – Olinda, Pernambuco

Há apenas 6 km de Recife, conhecida pelas festas de carnaval, Olinda é o último ponto do roteiro. Patrimônio Mundial pela UNESCO, o melhor que você pode fazer em Olinda é se perder pelas ladeiras admirando suas casas coloridas e ruas de pedra.

Roteiro 2: Ceará, Piauí e Maranhão

Três estados, duas capitais e dois lugares desejadíssimos do Brasil de uma só vez.

Dia 1 – Fortaleza, Ceará

Será preciso muito mais que um dia para aproveitar todas as atrações desta cidade, como as encantadoras dunas e falésias das costas Leste e Oeste e o pôr do sol em Iracema, onde está o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, um importante espaço cultural da cidade.

Dia 5 – Jericoacoara, Ceará

Há 4h30 de Fortaleza, Jericoacoara é um paraíso repleto de lagoas de água cristalina. Vale a pena conhecer a Pedra Furada, há cerca de 30 de caminhada partindo da Praia de Jericoacoara. No caminho, faça amizade com os moradores locais, eles podem lhe mostrar as outras formações rochosas interessantes da área, como as pedras do Jacaré e da Tartaruga.

Dia 8 – Delta do Parnaíba, Piauí

Com rio, mar, dunas, mangues, floresta, lagoas de água doce, animais silvestres, espelhos d’água, banhados, praias desertas e mais de 70 ilhas fluviais, Delta do Parnaíba não poderia ficar de fora do roteiro. Por lá você também poderá conhecer um dos três maiores deltas do mundo.

Dia 10 – Lençóis Maranhenses, Maranhão

Se existe uma definição para paraíso, ela com certeza foi se esconder em meio a esses lençóis. A dica é visitar os Lençóis Maranhenses no período vespertino. Neste horário o sol está mais ameno e você ainda pode contemplar o pôr do sol de uma das dunas.

Dia 12 – São Luís, Maranhão

Em São Luís, destino final do roteiro, você irá se deparar com ruas antigas, casarões e sobrados dos séculos 18 e 19. Poderá participar de festas tradicionais, como o folclore do Bumba-Meu-Boi, degustar pratos típicos e ainda escutar reggae, dia e noite.

Dicas para o seu mochilão

Em um mochilão, a palavra-chave é economia. No site Quanto custa viajar, você pode fazer uma estimativa de custos diários em cada cidade. Você também pode trabalhar na pousada ou hotel onde irá se hospedar. Procure esses lugares em iniciativas como o Worldpackers e o Couchsurfing.

Com relação às passagens, sempre antecipe as compras. Para isso, busque os melhores preços em site de comparações como MundiFly.comSkyscannerMomondo e Kayak.

Durante a viagem, vá a bares, restaurantes e eventos frequentados pelos ‘nativos’ do local, eles serão seus melhores guias para descobrir lugares incríveis. Por fim, a última dica: viva cada instante! Sua maior preocupação durante o mochilão pelo nordeste é se arrepender das coisas que não fez.

Para maiores informações sobre viagens acessem o blog da SBA.

 

Até a próxima!

Votar

7 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 7

Votos Positivos: 7

Upvotes percentage: 100.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…