Dicas e Curiosidades

Mochilar gastando pouco com hospedagem

Foto: Keith Skelton.

Foto: Keith Skelton.

Já falamos um pouquinho de como mochilar gastando “zero” com hospedagem aqui, mas se esta não é a sua praia (não é a da maioria dos viajantes) saiba que dá para se hospedar em lugares bem legais pagando pouco, em albergue/hostel, pousada ou hotel.
A escolha do tipo de hospedagem vai depender do que você quer. Grosso modo:  algo mais privativo e informal (pousada), algo mais formal (alguns tipos de hotéis), ambiente mais “movimentado” (albergue).  O tipo de acomodação também tem a ver com o que você quer, por exemplo, em um hostel: quarto coletivo? Coletivo misto?
Mochileiros pouco param no local onde estão hospedados, a não ser que o local seja uma atração a parte, tenha um belo bar e promova boas baladinhas!
Boa cama, boa ducha, limpeza, boa localização e segurança certamente são as coisas que você mais utilizará desta hospedagem. Na hora de escolher a infinidade de opções que lhe aparecem, leve em conta esses itens, bem como dicas de amigos ou de viajantes que já ficaram hospedados ali.

Outra coisa a se considerar é: vai só? Grupo de amigos? Família? Casal? Se você for sozinho(a), hostels e campings podem ser uma boa já que favorecem a interação entre os hóspedes; dali podem surgir boas amizades, um passeio ou mesmo um único bom papo! Grupos de amigos também se dão bem em hostels e campings, o único problema é que certos grupos de amigos viram uma “facção” e acabam querendo “dominar” o pedaço, o que fica extremamente desagradável para os que não entram para o grupinho; Famílias e casais costumam preferir ficar em pousadas ou hotéis, por conta da privacidade; embora isso esteja mudando e a maioria dos hostels, sobretudo no Brasil, ofereça quartos privativos.
O casal se quer (em tese) somente um banho e uma cama pode optar por motéis – há boas opções fora “beira-de-estrada” – risos. E se vocês estão na estrada literalmente e aquele Hotel cujo H parece um M não tiver uma cara muito boa, aí vale dormir no carro num posto de gasolina ou perto de um posto policial até chegar numa cidade onde você encontre melhores condições pra descansar.
E por falar nos “beira-de-estrada” há também os hotéis “beira-de-rodoviária”, hotéis esses que, geralmente nasceram (ou aparentam ter nascido) no início do turismo local, logo, SE NÃO tiveram manutenção adequada, têm instalações mal cuidadas e proprietários ausentes ou desatentos que pensam “pra que vou melhorar isso aqui pra esse ‘povo’ que viaja de ônibus?”. Se essa é a única, única, mas única alternativa mesmo, vá fundo e pense “amanhã” é um outro dia! Mas pechinche!!!
Aliás, outra característica do mochileiro-padrão é pechinchar, ainda que ele esteja com dinheiro sobrando (?! quê, oi, ããã). Exceto nos casos de sistemas automáticos de reservas, pechinchar sempre é possível. Se você tiver uma positiva, ótimo; se tiver negativa, pelo menos tentou. (Em grupo esse poder de pechincha ganha força).

Para ajudar na escolha de:
– Albergues/hostels –
Velho conhecido dos viajantes, o Hostel World oferece o serviço de reservas em albergues em mais de 170 países e para reservar você precisa pagar somente 10% do valor total de diárias reservadas.
Outra opção utilizada por viajantes do mundo todo é o Booking.com, que tem hostels e outros tipos de hospedagem em sua plataforma.
A Hostelling International também possui um sistema de reservas no site HIhostels.com.
No site Airbnb você irá encontrar milhares de pessoas em todo o mundo que fazem do seu lar um meio de hospedagem para viajantes descolados. Além do conceito “cama & café” o site abre espaço pra qualquer um que queira transformar aquele quarto vazio em uma opção para viajantes que estão procurando uma alternativa de hospedagem. Outro site que segue o mesmo conceito do Airbnb é o Windu.

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

5 Comments

5 Comments

  1. Pingback: [Mochilão] 10 dicas de como montar um roteiro de viagem - Mochila Brasil

  2. Pingback: Aeroportos deveriam ser abertos 24h por dia, 7 dias da semana - Mochila Brasil

  3. Pingback: Aeroportos deveriam ser abertos 24h, 7 dias da semana - Mochila Brasil

  4. Pingback: Planejando o orçamento - Mochila Brasil

  5. Pingback: Mochila Brasil » » 5 pequenas atitudes para esticar o orçamento de viagem

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…