Blog

Ele roda o Brasil de Kombi com sua cachorrinha


Hugo Mendes Pereira há pouco mais de um ano saiu da cidade de Jundiaí (SP) com R$ 2.500 no bolso/conta, sua Kombi e sua cachorrinha, Brisa. De lá pra cá já rodaram 14.000Km e conheceram 15 estados brasileiros.
No grupo ‘Mochileiros’ no Facebook, Hugo conta um pouco de sua história. “Tínhamos um único plano, ir e deixar com que Ele guiasse. Me encontrar e com isso me aproximar Dele. Tinha acabado de voltar da Austrália e de uma viagem mágica pela Ásia”, comenta sobre quando saíram do interior de São Paulo. É algo “sobre um sonho, sobre a vida, valores e as coisas simples. Sobre a fé”.

O tempo não volta

Hugo diz que se viu ao longo da vida por muitas vezes vendendo seu tempo para comprar algo que ele sequer precisava. Orgulhar aos que estavam ao seu redor, ser quem esperavam que ele fosse. “Mas e eu?” Perguntou-se em dado momento antes da viagem. “Tem pessoas que usam a expressão tempo é dinheiro, desculpe, mas na minha vida tempo é muito mais do que isso. O dinheiro vai e vem e por aqui fica. O tempo não volta”.

Brisa e Hugo apreciando um por-do-sol na Ilha Grande (RJ) | Foto: Brisa na Kombi

Eles viajam há 12 anos juntos. Há pouco mais de um, de Kombi | Foto: Brisa na Kombi.

 

Experiência pra vida toda

O viajante conta que o caminho não foi fácil, mas com certeza gratificante.
“Não, não sei fazer artesanato, não canto, não faço malabares. No caminho trabalhei lavando louça, de pedreiro, recepcionista, voluntário, caixa, dono de hostel, de idiota, de novo de pedreiro. Nunca pedi um Real a ninguém. Do pouco que tenho sempre compartilhei.”, conta.
No dia-a-dia da viagem já passou fome e em outros momentos aprendeu a comer o que antes não comeria de jeito nenhum. “Me propus a não reclamar de nada. Era minha escolha estar ali. Vivo um sonho”.

Foto: Brisa na Kombi.

Foto: Brisa na Kombi.

Foto: Brisa na Kombi.

A Kombi

A Kombi em algum ponto do litoral brasileiro | Foto: Brisa na Kombi.

Foto: Brisa na Kombi.

Foto: Brisa na Kombi.

Sobre um sonho, sobre a vida, valores as coisas simples. Sobre a fé. 1 ano viajando, vivendo e morando em uma Kombi com minha cachorrinha Brisa. Exatamente um ano atrás saíamos de Jundiaí sem fazermos ideia pra onde estávamos indo. Tínhamos um único plano, ir e deixar com que Ele guiasse. Me encontrar e com isso me aproximar Dele. Tinha acabado de voltar da Austrália e de uma viagem mágica pela Ásia. Um sonho antigo, algo que queimava dentro do meu próprio eu e não era mais possível controlar, ou deixar com que me controlassem. Me vi ao longo da vida por muitas vezes vendendo meu tempo pra comprar algo que eu sequer precisava. Orgulhar todos ao meu redor, ser quem esperavam que fosse. Mas e eu ? Tem pessoas que usam a expressão tempo é dinheiro, desculpe, mas na minha vida tempo eh muitoo mais do que isso. O dinheiro vai e vem e por aqui fica. O tempo não volta. Até agora o caminho não foi fácil, mas com certeza gratificante. Cada obstáculo, cada dificuldade, me fez ver coisas que o olho não enxerga. Valores que o dinheiro não compra. Sentir coisas que não conseguimos tocar. Quando sai de Jundiaí em São Paulo, tinha R$2500,00 e nesse tempo já rodei 14 mil km, 15 estados brasileiros. Feliz, sorrindo. Experiências incríveis. Não, nao sei fazer artesanato, nao canto, não faço malabares. No caminho trabalhei lavando louça, de pedreiro, recepcionista, voluntário, caixa, dono de hostel, de idiota, de novo de pedreiro. Nunca pedi um real a ninguém. Do pouco que tenho sempre compartilhei.Por ai peguei onda em altos picos, como maraca, rosa, pipa, uruçuca, francês, saquarema. Conheci praias iradas, maragogi, arraial, ilha grande, sibauma, forte, búzios. Subi nas montanhas mais incríveis que já vi, São Tomé, chapada Diamantina, veadeiros. Tomei quedas nas cachoeiras mais belas, paisagens que nunca imaginei existir. Pessoas que hoje fazem parte de mim. Culturas. Vivi. Me sinto vivo.Já chorei sozinho, de felicidade já gritei pro mundo todo me ouvir. Ao longo da trajetória, Deus fez a mim várias revelações. Por inúmeras vezes tocou meu coração.Já tive sede, me fora negado água, tive fome, por dias mais de 24 horas sem comer nada, mas orando, meditando, me alimento da palavra. Nunca me faltou nada. Levo comigo até mais do que o necessário. Tive frio, não tinha nenhuma blusa seca, aprendi gostar de coisas que eu nao comia de jeito nenhum. O pouco que tinha para comer, por vezes eu dei, dividi, mesmo que não tivesse mais pra mim. O nada era suficiente. Me propus a não reclamar de nada, era minha escolha estar ali. Viver assim, por mais difícil que fosse a situação eu só agradecia, erguia a cabeça e sorria.Vivo um sonho.Aprendi algo muito importante nessa caminhada, sobre descansar no Senhor. Não vou mentir, um dia eu quase desisti, quase vendi a Kombi, pensei em voltar, estava fraco. Mas esse dia eu pedi ao céus uma oportunidade, não dinheiro, não bens, não pedi comida, pedi só uma oportunidade. Rezei por horas, dias, chorei muito, não estava triste, estava feliz, era exatamente onde eu queria estar, da forma que eu gostaria de viver.O sistema quase me venceu, quase me corrompeu. De novo. Mas era pra isso que Ele ao longo da caminhada estava me preparando, me fazendo forte para aguentar,superar. E eu dei a resposta que Ele esperava, resposta em fé. Nesse mesmo dia eu orava na praia e o Fabio junto com a família rezava pedindo uma direção a quanto abrir um hostel ou não, como? por onde? E Ele lá em cima ligou. No outro dia eu fui guiado, estava em Buzios, onde Ele me trouxe, eu nao tinha entendido muito bem porque estava aqui depois de um ano, só segui meu coração e Eles estavam me esperando. Não foi eu, Hugo, que consegui, não foi eles quem me contrataram. Foi Deus quem proporcionou. Sou falho e erro todos os dias, errei em vários momentos, com meus amigos ao longo da viagem, com o Patrick, com a Cielo, o Matias, com a Carol e tantas outras vezes, mas tentei fazer o melhor, o bem, nem sempre consigo. Perdão. Ontem foi a inauguração aqui do Hostel, um ano depois que sai de casa, um momento muito especial, muito feliZ, contente. Uma linda confraternização.Estava aqui o pessoal da igreja, do ioga, o pessoal da capoeira, pessoal da música, pessoal do artesanato, famílias, crianças, todos, como sonhávamos, juntos, felizes. Congregando. Posso dizer com certeza absoluta e aval deles, não sou funcionário, o Hostel é meu também. Sou parte disso, mas toda glória a Deus. Por Ele, com Ele e pra Ele. Estou muito feliz, trabalho descalço, sorrindo, fazendo o que amo, exatamente onde gostaria de estar e tudo que eu tenho a dizer é, obrigado Senhor! Sucesso ? Eu perto de Deus e Ele perto de mim. "Do sorriso de uma criança a lágrima de um adulto, certeza que só o amor mudará o mundo. " SNJNão, nao vou pedir pra voce seguir meu insta, add no face, se inscrever no canal do youtube(nem tenho), mas que não desista de seus sonhos, não deixa os outros te falarem o que é possível e o que não é… Se eu, um ano atras, pensasse um pouco mais, talvez eu nem tivesse saído. Se 12 anos atras quando minha mãe morreu, eu com 16 anos e um salario de 500 reais falasse que ia morar sozinho em um barraco de parede de madeira. iam falar que nao dava, eu fui. Morar em um van na Australia ? Magina, eu morei. indonesia ? Eu estive la. Fazer uma tatuagem em um templo na Tailandia ? Eu fui. Pq Ele é o Deus do impossivel.Acredita, entrega e vai ! ! !

Posted by Hugo Mendes Pereira on Tuesday, August 22, 2017

Hugo e Brisa viajam juntos há 12 anos. Há pouco mais de um ano, de Kombi.
Você pode ver mais fotos e conferir mais histórias desta viagem aqui , na página deles no Facebook ou no Instagram.

Votar

123 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 213

Votos Positivos: 168

Upvotes percentage: 78.873239%

Votos Negativos: 45

Downvotes percentage: 21.126761%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…