Blog

O que fazer em San Andrés


Olá pessoal! Eu sou a Karen Peressuti e escrevo sobre viagens e experiencias no blog Férias pra Ontem. Hoje vou falar San Andrés, dando detalhes do que fazer por lá.

Foto: Karen Peressuti / Férias pra Ontem

Compras: Todos diziam que em San Andrés é bom para comprar coisas, que era mais barato e tal. Realmente, algumas coisas são mais baratas, porém não era o que eu estava querendo ou era porque sou muito mão de vaca mesmo. haha

Tudo fecha muito cedo, fecha para almoço e não abre cedo. Cedo mesmo! Algumas lojas fecham 19:45, 20:00, 21:00. Para você que chegou do passeio as 16, tomou banho, comeu alguma coisa e saiu sendo já umas 19 horas, então fecha cedo mesmo…

Coco Loco: É a balada mais conhecida que tem lá. Ficamos no: “Entramos ou não entramos?”. Estava tocando musica eletrônica, nem era uma salsa ou reggaeton. Fomos dar mais uma volta e depois íamos pensar se entravamos ou não. Passando na frente no retorno, era só loucura. O mercado 24 hrs na frente colocou até as grades na frente e atenderam por elas. Paramos só para olhar e já mexeram conosco, vazamos na hora.

Praia do centro: A areia é um pouco grossa, mas é branquinha. É aqui que você consegue enxergar perfeitamente as 7 cores do mar. É lindo!

Foto: Karen Peressuti / Férias pra Ontem

Passeio mar de sete cores: NÃO FAÇA!!! Não queríamos fazer algo sem o nosso amigo chegar, as 11 hrs do dia 09/03, então quando ele chegou fomos ver de fazer alguma coisa, porém havia muito vento e muitas coisas não podiam ser feitas. Em uma agencia ao lado de onde estávamos hospedados sugeriu que fizéssemos esse passeio. Era 60 mil pesos por pessoa. Bem, o passeio era o seguinte: Você podia ir com um barquinho, tipo veleiro ou com um jet ski (acompanhado) até um banco de areia. Nesse banco de areia um cara explicava como fazer snorkeling, mas não tinha muito para ver ali e era muita muita gente, ergueu muita areia, não dava para ver nada. Ele mostrou um pepino do mar, um ouriço bonzinho (pontas brancas) e um ouriço venenoso (preto). Mas o cara mais falou que na verdade fez alguma coisa. E o cara que nos acompanhou no jet ski, por duas vezes (fomos para outro banco de areia depois onde tinha umas estrelas do mar) era muito “manco”, ele virava o jet ski quando ia subir, me derrubou quando desceu e ainda derrubou outras pessoas no caminho. Se não fosse tão caro, se não fosse tanta gente etá seria legal…

Estrelas

Foto: Karen Peressuti / Férias pra Ontem

Passeio de carrinho em volta da ilha: Ah isso você tem que fazer, com certeza! São vários tipo de carrinhos, carros de golfe, carros mais rapidinhos… Como estávamos em sete pegamos o que tinha, era bem forte de motor. Você passear por tudo e com o vento no rosto não tem descrição… Foi Incrível!

Sobre segurança, eu sugiro que você tome cuidado. Não que seja perigoso, mas você precisa tomar cuidado, principalmente quando está fazendo esse passeio. Não deixe as bolsas meio soltas no colo e não deixe as coisas no carrinho sozinho em hipótese nenhuma. Pelo relatos que eu li é normalmente nesse passeio que assaltam, infelizmente.

I love San Andrés: Aqui é apenas uma frase na frente para o mar, bom para tirar fotos hehe. Mas tem bastante gente, é difícil tirar sozinho. Aqui você pode chegar de a pé, é perto do centro.

I Love San Andrés

Foto: Karen Peressuti / Férias pra Ontem

West View: Não deixe de vir aqui. É o lugar mais legal, mais incrível e mais barato. Custa apenas 5 mil pesos colombianos (COP) para entrar e outros 5 mil pesos para alugar um colete. Tem um tobogã, tem um trampolim, tem escadinha também, eles dão pãezinhos na entrada para você dar aos peixes, são muitos peixinhos. Lá é bem fundo, de 5 a 8 metros de profundidade, mas você consegue enxergar com clareza o fundo. Eu usei colete e só fui no tobogã, tenho medo haha. Ah, tem uma estatua do Poseidon lá em baixo! Agora, veja vários vídeos esse lugar… 😀

Trampolim

Marido no trampolim

Tobogã

Marido no tobogã

Trampolim

Desculpa Julio, mas quero que JC nunca apague esse pulo da minha memoria! hahahaha

“Mas Karen, você não se filmou descendo do tobogã?” Não consigo fazer várias coisas ao mesmo tempo: Sentir medo, segurar o colete salva vidas como se eu fosse morrer, tomar iniciativa para descer, descer, achar que está morrendo, morrer, sair nadando correndo debaixo do tobogã com medo de levar uma pezada na cabeça e morrer e só assim ver que não morri e que o lugar é lindo! Imagina ainda segurar o pau de selfie… hahaha Mas me filmaram, olha eu aí!

Eu no Tobogã

Eu no tobogã

No meu canal do YouTube tem todos videos em alta qualidade e com som (link).

El Soprador: Sempre ouvi falando que aqui era meio perigoso, mas o local é meio estranho mesmo. O pessoal local construiu as lojinhas, lanchonetes em cima das pedras/corais, mas o que acontece ali com a água é muito legal, porém é um buraco só para muitas pessoas hehe. Fica meio lotadão. Mas mesmo assim é muito legal.

El Soprador

Foto: Karen Peressuti / Férias pra Ontem

Rock Cay: É uma ilha que você consegue atravessar a pé, o máximo que chega a água é na altura do peito. Não tem nada lá apenas uns peixinhos ao redor e bem mais a frente tem um navio naufragado. Ah, e ela é de coral, bem pequena, nem a volta você consegue dar por que uma parte é fechada. Mas é legal atravessar! Faça!

Rock Cay

Foto: Karen Peressuti / Férias pra Ontem

Mergulho: Para resumir, eu sou cagona! Paguei e tal, fiz o curso, mas respirar em baixo d’água não é algo natural das pessoas haha. Não consegui, mas ok, todo o pessoal foi e falou que foi incrível. Eles vendiam as fotos e um filme feito em baixo da água. Fizemos com a Crazy Shark e eles são bem atenciosos. Fomos de carro até um lado da ilha (não sei aonde) e nos ensinaram, atravessaram a rua e já mergulharam.

El Acuario: Para chegar na ilha você pega um barquinho na marina e logo chega, é super rapidinho, não dá 10 minutos. Você desce do barco na água mesmo, não tem um trapiche, mas o mar ali é super calmo, não tem problema. A ilha é super pequena, muito pequena mesmo, só tem uma casinha onde se pode almoçar e guardar as coisas, o restante é água transparente, quentinha, muitos peixinhos, porém não tem muito onde se esconder do Sol. Essa combinação de muito tempo na água, muito tempo no Sol e muito tempo sem passar protetor (porque esqueci) nós ficamos super queimados. Mas ok, estava tudo lindo!

Haynes Cay: Você chega na ilha andando pela água (não por cima, claro) a partir da ilha El Acuario, lá tem algumas árvores para se esconder e aproveitar a sombra hehe. Ela é maior que a El Acuario, mas todas as ilhas são pequenas. Ela é um pouco mais rochosa mais ainda assim é linda. Bem, não tem lugar feio lá né?!

Johnny Cay: Aqui é o mesmo esquema, você pega um barquinho na marina e vai até a ilha. O único problema aqui é que você precisa sair do barco pelo mar, mas o mar não é calmo como em El Acuario, é muito mexido, descer é mais fácil que subir, pois assim você senta na borda e só da um pulinho. Mas para subir o negócio é tenso. Um cara la da ilha mesmo, pegou no colo para ajudar as meninas que estavam no nosso barco, inclusive eu. Coitado dos homens, tiveram de se virar. Meu marido até escorregou quando entrou, parecia um peixão se debatendo no chão hahahaha. #coitado

Não sei mais o que falar dessas ilhas, são todas lindas e pronto! Ah, nessa ilha tem vários tipos de iguanas, elas ficam comendo frutinhas, bem legal.

Jet Ski: O bagulho é louco no jet ski! Fomos cedinho na marina para ver se eles alugavam o jet ski. Pegamos 3 por meia hora. Os piás adoraram claro, as gurias gritaram! haha No começo, indo para o lado contrario do vento, estava de boa, tirei umas fotos e tal. Quando tínhamos que voltar (não podíamos ir muito longe, então tinham que ser grandes voltas) o vento vinha de frente e o jet ski PULAVA! Dava medo!!! E não sei qual foi minha ideia de passar protetor antes, não passem protetor nas pernas, fica super liso! Você tem que ficar sempre forçando para não escorregar, mas foi uma boa experiencia. Todos saíram com as pernas moles! haha

Jet Ski

Foto: Karen Peressuti / Férias Pra Ontem

Parasail: Foi incrível! Fomos muito bem tratados, o barco era muito confortável, tinha até musiquinha no barco e eles diminuam a velocidade para podermos andar com confiança pelo barco quando era necessário. A vista era maravilhosa! É incrível!

Parasail

Foto: Karen Peressuti / Férias Pra Ontem

Como vocês leram, é impossível descrever, só vendo as fotos para ter uma noção e só indo lá para saber como é de verdade.

Sempre tive o sonho de conhecer o Caribe, fui para Punta Cana em 2015, era muito bonito, mas não era como eu sempre sonhei. Aqui é maravilhoso!

 

Para ver mais fotos desse lugar encantador, confira AQUI o post completo no blog.
AQUI eu falo sobre todos os gastos em San Andrés.

E aí, gostou? Colocou San Andrés na sua lista de lugares à visitar? Espero que tenha te ajudado a se inspirar.

 

Se você gostou desse post conheça um pouco mais do blog clicando AQUI ou nas redes sociais abaixo.

 

Posts Relacionados:

  1. Preparativos Colômbia
  2. Resumão: San Andrés

 

Redes:

 Facebook: @feriaspraontemm
 Instagram: @ferias_praontem
 Instagram: @karenperessuti
 Dubbi: Karen Peressuti
 Linkedin: Férias pra Ontem
 Bloglovin’: Férias pra Ontem
 Blogs Brasil: Férias pra Ontem

Votar

5 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 9

Votos Positivos: 7

Upvotes percentage: 77.777778%

Votos Negativos: 2

Downvotes percentage: 22.222222%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…