Blog

“Overdose de beleza” pode causar síndrome em viajantes


Não é algo que acontece com todo mundo, mas você já sentiu uma inquietação além do normal ao contemplar uma obra de arte? Se sim, você pode ter sofrido da Síndrome de Stendhal, também conhecida como Síndrome do Estresse Viajante ou a Doença dos museus.
Estudiosos afirmam que a observação de obras de grande beleza em uma mesma cidade durante um curto espaço de tempo podem causar o “mal”. De acordo com especialistas consultados pelo jornal espanhol ABC, os turistas que já passaram pelo que se supõe ser a síndrome queixaram-se de taquicardia, sudorese, enjoos, tensão emocional, falta de ar entre outros depois da exposição a tanta beleza.
“O ‘belo’ carrega intrinsecamente um elemento perturbador que pode alterar nossas faculdades intelectuais e perturbar nosso espírito”, comenta a publicação acrescentando que é uma situação anímica desencadeada por algo que poderíamos entender como uma “overdose de beleza”.

Florença (Itália), o berço da síndrome

As ruas repletas de verdadeiras obras de arte e de magníficas construções como a cúpula de sua Catedral – que pode ser vista de qualquer ponto da cidade -, igrejas, palácios, pontes entre tantos outros, são prato cheio para quem admira o belo e pode ser um pequeno incômodo para aqueles que venham a sofrer da síndrome – o que segundo a publicação, ocorreu com o escritor francês Marie-Henri Beyle (1783-1842), mais conhecido como Stendhal.
Depois de um longo dia passeando por Florença há 200 anos ele relatava em seu diário o que é descrito pelos turistas hoje. Examinado por um médico o diagnóstico foi… “overdose de beleza”.

Vista parcial da cidade a partir da Piazza Michelangelo | Foto: brando.n/Flickr-Creative Commons.

Duomo da catedral com a cidade de fundo | Foto: John Marino/Flickr-Creative Commons.

Mito ou realidade?

Em 1989, Graziella Magherini, uma psiquiatra italiana, depois de trabalhar duas décadas no Hospital de Santa Maria Nuova, em Florença descreveu mais de uma centena de casos similares ao sofrido por Stendhal em visitantes da cidade. É algo descrito cientificamente como “uma reação psicossomática e corporal provocada pela saturação produzida pela super contemplação da beleza em um curto espaço de tempo.” Nos estudos apareceram também relatos de amnésia, paranoia, crises de pânico e até alucinações.
Os que colocam a síndrome em dúvida consideram-na mais como uma reação auto induzida. Eles levam em consideração que os sintomas são leves e se manifestam de forma positiva (emoção, prazer…).
Ambos concordam que ela não é um transtorno mental específico e definido.
Para uns uma patologia, para outros uma sugestão artística. “É possível que existam alguns fatores externos que envolvam o indivíduo e que possam acentuar a sintomatologia emocional. Entre eles o cansaço, desidratação, fome, temperatura…”.
Patologia ou uma referência romântica, contemplar o belo mexe com nosso interior; alimenta a alma, assim como as viagens.

Com informações de ABC.es.

Votar

7 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 13

Votos Positivos: 10

Upvotes percentage: 76.923077%

Votos Negativos: 3

Downvotes percentage: 23.076923%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas