Blog

Pequeno-Infinito Dicionário da Vida como Vida


Andando leve por aí escrevi na estrada um Pequeno-Infinito Dicionário da Vida como vida.  * Edição 2 – Revisada pelos olhos do coração.

  1. FUTURO
    Invenção criada para se perder o agora. Na linguagem popular: queimar o hoje para engarrafar a névoa do amanhã.
  2. VITÓRIA
    Cidade do Espírito Santo. E só!
    Lembrete: o Universo não distribui troféus.
    Na linguagem popular: ter nada nas mãos. Não deixar vencidos!
  3. POBREZA.
    Nem de Amor, nem de espírito.
  4. AMOR.
    Tudo o que não faz barulho pra acontecer.
    Exemplos de Amor: paz do sono de criança. Flores desabrochando. Uma estrela cadente. A vida no ventre da mulher surgindo do feto para o SER.
  5. AFETO.
    Necessidade básica e primária em meio ao concreto bruto dos sentimentos egoístas.
    Na linguagem popular: SER Sol enquanto o outro chove.
  6. EMPREGO.
    Não deve ter associação nenhuma com escravidão ou sacrifício. O SER humano aprende e evolui por prazer.
    Outra coisa relacionada a esse tema: as palavras ‘não’, ‘há’ e ‘vagas’, jamais poderão ser escritas juntas.
  7. PATRÃO.
    É aquele sujeito que vive às suas custas, depende de você e outros pra manter seus privilégios e superioridade social, pra viver, pra tudo, e diz que você é que depende dele.
  8. MÃE.
    Os corações das mulheres são maiores e melhores que os nossos. Ponto! Por isso cabem mais amor, por isso cabem mais sofrimento.
    Por conta disso, elas dão a luz, e a gente, só liga o interruptor.
  9. COVARDIA.
    Devíamos abolir também a palavra “covardia” do dicionário. Devíamos proibi-la de ser mencionada em nossos lares, nas ruas, nas escolas, nas praças e em todo o país. Medo não é covardia. Não enfrentar o medo é que é covardia. Ganhar consciência e não tomar atitude é covardia. Não escolher os próprios medos é covardia.
  10. GRATIDÃO.
    Carta de Amor que se escreve ao Universo.
    OBS: dá pra escrever, no mínimo, uma por dia.
  11. DEUS.
    Todo gesto de Amor.
    OBS: nem sempre frequenta igrejas, livros e estátuas.
  12. SUCESSO.
    Tudo o que sucede, assim como os fracassos, que sucedem também e são oportunidades de aprendizado, para o olho e coração atento.
  13. CORAGEM.
    Manter um coração polido de uma criança no corpo de um homem/mulher.
  14. AMIZADE.
    Ser Sol enquanto o outro chove.
    Obs: Siginificado cabe em casamento, namoro e quaisquer outras relações que necessitam de afeto como alicerce.
  15. POESIA
    Cobertor para corações gelados.

Pelo medo seguimos em fila indiana, tentando imitar e se guiando pelo passo do camarada que tá lá frente sem saber pra onde estamos indo, cumprindo metas, acumulando coisas, respeitando autoridades que não trabalham em prol do bem-estar social.
Mas essa fila indiana que parece interminável está aos poucos perdendo gente, gente que tá embarcando no navio do contra fluxo. Um barco que navega no mar do Agora onde os tripulantes se vestem de sonhos que ficaram pendurados em cabides esquecidos.

Guaramiranga – Ceará

Texto de Danilo Martins

Postado originalmente no Grupo Mochileiros em: https://www.facebook.com/groups/mochileiroscom/permalink/10154221979637260/

Votar

11 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 15

Votos Positivos: 13

Upvotes percentage: 86.666667%

Votos Negativos: 2

Downvotes percentage: 13.333333%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas