Blog

[Diário de Bordo] A Bangkok que embrulhou meu estômago


Fala mochileiros! Tudo bem com vocês?

Somos a Marcela e a Rayane do blog de viagem Az.Wanderlust, duas fisioterapeutas que acreditam que viajar não é só tirar férias, vai muito além disso… Criamos o Az.Wanderlust para inspirar mais pessoas a explorar o mundo, redescobrir o jeito de viajar e viver experiências inesquecíveis. Contamos causos e contos das experiências mais incríveis que tivemos e também dos contratempos que surgiram ao longo do caminho.

Vamos compartilhar com vocês aqui no Mochila Brasil três crônicas de viagem do nosso Diário de Bordo. A primeira foi “A primeira vez que vi a neve“, que você pode ler aqui!

Agora é a vez da segunda crônica, que é “A Bangkok que embrulhou meu estômago“.


A Bangkok que embrulhou meu estômago

Depois de 33 horas de viagem, finalmente chegamos a Bangkok. O cansaço percorreu meu corpo e eu não servia para mais nada. Minha amiga, que ainda não conhecia a cidade, me convenceu de ir passear.

Fomos direto para a rua Khaosan Road, a rua mais maluca e conhecida da cidade, a rua dos mochileiros. O cheiro da deliciosa comida tailandesa ativou minhas lembranças da última vez que estive por lá.

Comemos, pedimos a conta e voltamos para o hotel. Eu já conhecia o caminho, então estava preocupada em chegar logo e dormir. Minha amiga, que estava em êxtase, não parava de observar os prédios, as ruas, as pessoas.

— Olha quem está ali. — ela apontou para um grupo de homens conversando em português.

— Quem? — perguntei sem entender o que ela queria dizer. Afinal, estávamos do outro lado do mundo.

— O Zé. — ela disse indo em sua direção.

— O Zé do Rio? — perguntei incrédula.

Sem acreditar na probabilidade de que seria possível encontrar um amigo no meio de Bangkok, sem nem saber que ele estava lá, corri atrás dela.

Nos cumprimentamos e caminhamos juntos para o mesmo hotel. Mais uma coincidência.

Exaustas, dormimos.

Acordamos e fomos passear. Bangkok é assim, você passa o dia inteiro passeando e visitando muitos templos budistas.

A noite chegou e a fome bateu. Saímos para jantar e o onipresente Zé apareceu ao nosso redor. Se tivéssemos combinado, não daria tão certo.

Acompanhamos o grupo de Zé pela Khaosan Road até que alguém teve a brilhante ideia de irmos ao Ping Pong Show.

Cardápio Club 66 | Foto: Az.Wanderlust

Eu já sabia do que se tratava!

— Não vou lá não! É o maior rolo! São famosos em extorquir os turistas. Estou fora. — disse confiante de que estava certa sobre minha decisão.

Enquanto discutíamos qual seria o paradeiro entramos no Uber X e paramos no mercado Patpong night Bazaar.

Como éramos 9 pessoas, negociamos com a recepcionista e conseguimos pagar o equivalente a R$25,00 para cada, com uma bebida inclusa.

Entramos no Club 66. E minha noite começou!

Uma menina e uma moça mais velha, que apelidamos de novinha e vovó, começaram o show de pompoarismo. Assobiar, furar balão, jogar bola de ping pong e você rebater (eles te dão uma raquete… ponto alto do show!), escrever (letra melhor que a minha!), fumar, entre outros.

O que elas fizeram lá dentro daquele ambiente escuro embrulharam meu estômago.”

A Bangkok que embrulhou meu estômago, tailandia, bangkok, azwanderlust, rayane azevedo, crônicas de viagem, diário de bordo, www.azwanderlust.com

A recepcionista Jiew prometendo que não pagaríamos nada além do combinado. | Az.Wanderlust


O texto original você encontra aqui.

“A Bangkok de embrulhar o estômago aconteceu assim, bem de repente! Visitar uma casa de shows, ainda mais desse tipo, não estava em meu roteiro. Já tinha ido a Bangkok uma vez e, como me apaixonei pela cidade, este ano fui de novo. Só que acabei indo parar em uma casa de Ping Pong Show! Como estava acompanhada de mais oito pessoas, achei seguro.

O show é bizarro (não me vem outra palavra em mente para descrever o que vi!). Tinha horas que eu achava graça do que estava vendo e outras tinha vontade de vomitar. De ping pong, não tem “quase” nada! Um misto de horror e surpresa!” [Marcela Mihessen]


 

 

 

 

Gostou? Conta para gente nos comentários!

Se quiser ler mais crônicas, dicas e roteiros de viagem, visite o Az.Wanderlust (www.azwanderlust.com). Será um prazer enorme ter você com a gente!

E siga-nos nas redes sociais e inscreva-se nos nossos canais! Assim, você fica por dentro das nossas viagens, recebe em primeira mão os descontos dos nossos parceiros  e se diverte com as nossas crônicas !

Facebook: fb.com/blog.azwanderlust

Instagram: instagram.com/blog.azwanderlust

Pinterest: pinterest.com/azwanderlust

Youtube: www.youtube.com

Votar

-2 ponto
Upvote Downvote

Total de Votos 12

Votos Positivos: 5

Upvotes percentage: 41.666667%

Votos Negativos: 7

Downvotes percentage: 58.333333%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas