Blog

18 praias brasileiras paradisíacas


No Brasil há muitas praias paradisíacas, algumas com mar azul e areia branca “estilo caribe” e outras com águas esverdeadas e cristalinas e rodeadas por mata atlântica. Mas o que determina se uma praia é paradisíaca ou não? Segundo a clausula 5 da “Associação dos Viajantes Brasileiros Loucos por Praias Paradisíacas” 😀 , só podem ser consideradas praias paradisíacas as que: “sejam rodeadas por muita natureza e que tenham águas transparentes com tom variando entre o azul claro esverdeado até o azul piscina… Ah!  E a areia precisa ser clarinha com tons variando entre o creme e o branco… e pode ser ilha ou lagoa também.”  Ok!  #AchoJusto!

Então vamos reunir aqui as praias que atendam essas determinações! Você também pode participar!  Caso não encontre na lista sua praia paradisíaca preferida, basta postar uma foto dela com algumas dicas utilizando o formulário do final do post! 🙂

1. Lagoa Azul e Lagoa Paraíso – Jijoca de Jericoacoara – Ceará

Foto: Silnei L Andrade / Mochila Brasil

Apesar de serem lagoas, as lagoas Azul e Paraíso possuem todos os requisitos de uma praia com mar estilo caribenho, só ficam devendo as ondas, mas as ondas não estão entre os requisitos da nossa associação! 😀

Como chegar nas lagoas:

O acesso até a Lagoa Azul pode ser feito de buggy ou 4x4. Procure dividir o passeio com outro(s) viajante(s) para economizar. Somente esses tipos de carros circulam no local (o caminho é de areia fofa).  Já a Lagoa Paraíso tem acesso por carro não tracionado e a opção é via as pousadas que beiram a lagoa.

Como chegar em Jericoacoara:

Ônibus + Jardineira - Fortaleza é a cidade base para quem quer chegar a Jericoacoara, a partir de lá as opções são as seguintes:
De Ônibus + Jardineira 4×4 – com a empresa Fretcar (fretcar.com.br). São aproximadamente 7h de viagem.

De Carro até Jijoca + Buggy ou caminhonete até Jeri – A melhor opção é ir pela BR 222, até chegar próximo a entrada de Sobral, siga pela CE 178 até Jijoca de Jericoacoara. Se chegar pela manhã, deixe o carro estacionado na cidade e siga de Buggy ou caminhonete para Jericoacoara. Caso chegue a tarde a dica é passar uma noite na Pousada do Paulo e aproveitar a manhã na Lagoa do Paraíso ou fretar uma caminhonete até Jeri.

 

Lagoa Paraíso, também chamada de Lagoa da Jijoca -  Foto: Divulgação

by

2. Praia do Farol – Arraial do Cabo – RJ

Foto: Marcelo Ferreira Coelho / Wikimedia Commons

"Quando o barco começa a se aproximar da primeira parada, a Praia do Farol, já dá pra perceber a mudança na tonalidade da água de um azul mais escuro para um turquesa hipnotizante! Essa praia é considerada pela Marinha a mais perfeita do Brasil, é super restrita, sendo possível desembarcar nela uma quantidade limitada de gente e por apenas 40 minutos, além disso não é permitido levar alimentos e outras coisas que possam gerar sujeira na praia. Não há restaurantes nem ambulantes, o tempo é todo para apreciar aquela areia branca bem fininha e o mar tão transparente que dá pra enxergar nitidamente os dedos dos pés, é tudo tão perfeito que dá até dó de não poder aproveitá-la mais um pouquinho." -  Dicas de Mari D'Angelo em Caribe brasileiro, Arraial do Cabo merece o título!

Como chegar:

A Praia do Farol em Arraial do Cabo, fica na Ilha do Cabo Frio e é acessível somente por barco. As embarcações saem a partir das 9 da manhã na Praia dos Anjos e a viagem dura cerca de 40 minutos.

by

4. Galés de Maragogi – Alagoas

Galés de Maragogi - Foto: Luiz Eduardo Vaz

"Em Maragogi tem o passeio das Galés, tem snorkeling e mergulho com cilindro. Quanto aos passeios em Maragogi, eu gostei da Praia Xaréu na maré baixa. As praias de Japaratinga ficam perto e são muito bonitas tb. Se não me engano, a Praia Barreiras do Boqueirão é a que tem lindas falésias.

Em Porto de Pedras, a Praia do Patacho que é cotada como uma das mais belas da região. Sim, ela é muito bonita e praticamente deserta. Entretanto, gostei mais da Praia da Tatuamunha, pois a composição de praia, rio e manguezal rende uma bela paisagem. Nela tem o Projeto Peixe-boi. " -  Dicas da nnaomi em Maragogi - Perguntas e Respostas

Como Chegar:

Partindo de Maceió
O turista deve pegar a AL-101 norte, o caminho é bem simples, basta ir segundo as placas, no caminho você deve passar pelas praias de São Miguel dos milagres e Japaratinga.

Partindo de Recife
O turista deve pegar o acesso a BR – 101 Sul seguindo até a cidade do Cabo de Santo Agostinho de lá o turista deve migrar para a PE-60 que e a rodovia que vai pelo litoral, passando pelas praias de Porto de Galinhas e Tamandaré, A PE-60 é muito bem sinalizada só seguir as placas até chegar à Maragogi.

De Ônibus: Se você está em Maceió ou em Recife a melhor maneira de chegar a Maragogi de ônibus e pela empresa Real Alagoas, que dispõem de ônibus muito confortáveis. A empresa opera com saídas de Recife/Maceió e Maceió/Recife, ambos passam pela cidade de Maragogi, então é só você informar o seu destino no momento do embarque. O tempo médio da viagem e de 2 horas e 30 minutos.

by

5. Praia de Lopes Mendes – Ilha Grande – RJ

Foto: Divulgação

Uma das praias mais bonitas do Brasil com aproximadamente 3 km de areia branca, com águas cristalinas rodeadas por mata atlântica. O mar é sempre agitado, mas é uma praia de pouca profundidade.  O acesso pode ser feito por barco partindo da Vila do Abraão, até a praia do Pouso, onde inicia uma trilha leve a (T11) com 1 km até lá. É possível também fazer uma caminhada de 6 km pela trilha (T10), que sai do Abraão e passa pela Praia Grande das Palmas, Praia dos Mangues até chegar em Lopes Mendes.

 

by

6. Ilha do Japonês – Cabo Frio – RJ

Foto: Instagram @rjpelomundo

A Ilha do Japonês é um paraíso em dias de pouco movimento, mas pode se transformar em um inferno se você decidir ir em um fim de semana com feriadão na alta temporada. Eu sei, isso serve pra quase todas as praias brasileiras, mas na ilha do Japonês isso pode ser pior. O lugar é uma enorme piscina natural, uma das mais belas do litoral carioca e tem fácil acesso por carro, então aí já dá pra você juntar as peças... Se puder vá em baixa temporada e em dias de semana. Será o seu Caribe particular como na foto do post!

Pra chegar lá o acesso é feito pelo bairro da Ogiva que fica depois da Ruas dos Biquínis. Quem está no centro da cidade de Cabo Frio precisa atravessar o canal pela ponte Feliciano Sodré e seguir as placas em direção ao Peró.  Chegando ao bairro da Ogiva, é só seguir a Avenida Marlin e depois a Avenidas dos Espadartes. A maior parte do trajeto é por asfalto, mas o acesso final é com um trecho de estrada de chão.

by

7. Ilha de Cataguases e Ilha do Peregrino – Angra dos Reis – RJ

Foto: Divulgação

As ilhas de Cataguases ou Cataguás e do Peregrino, são pequenas ilhas paradisíacas de Angra dos Reis com tudo que uma "praia estilo caribe" pode oferecer com águas rasas, calmas e transparentes. As ilhas fazem parte do roteiro vendidos nas agências de turismo na Ilha Grande e em Angra dos Reis. O tempo médio do passeio é de 6h, com parada de uma hora em cada ilha ou praia. Também vale o conselho de fugir dos finais de semana na alta temporada.

by

8. Piscinas Naturais de Moreré – Ilha de Boipeba – Bahia

Foto: Divulgação

As piscinas Naturais de Moreré são as principais atrações da Ilha de Boipeba na região do Morro de São Paulo, na Bahia. Os passeios feitos em barcos saveiros ou lanchas e as saídas são de acordo com a maré.  Você encontra informações preciosíssimas de toda a região aqui.

by

9. Ilha do Campeche – Florianópolis – SC

Foto: Fran Gabrielle / Passeio na Ilha do Campeche

A praia do Campeche fica a 23km do centro de Florianópolis e a sua frente está a Ilha do Campeche, que além de ser paradisíaca, é onde está o maior “acervo” arqueológico da cidade. Além das pinturas rupestres, na ilha também foram encontrados vestígios da cultura Itararé (habitantes intermediários entre caçadores e coletores e os guarani, conhecidos no Estado como Carijó). A cerâmica itararé é bastante característica (geralmente pequenas, de caráter utilitário e variando de parda a negra, de acordo com estudiosos) e ali foram encontrados, lascas, raspadores, machados polidos etc.

O acesso à ilha é feito por barcos que saem da Praia do Campeche (5 minutos) . Os barcos chegam pela Praia da Enseada e esse também é o único ponto da ilha em que os visitantes podem ficar. Para conhecer as trilhas, costões, sítios arqueológicos e os monumentos rochosos é necessário contratar os serviços de monitores credenciados pelo IPHAN.

 

 

by

10. Parrachos de Maracajaú – RN

Foto: Belisa Magalhães / Passeios em Natal [RN] | Mergulho Em Maracajaú

"Maracajaú ou Pirangi?

Em Maracajaú, existem parrachos, enquanto em Pirangi existem corais. Os parrachos são mais profundos (alguns metros, dependendo da maré), o que permite mergulho com cilindros. Nos corais, apenas snorkels.

Pirangi é pertinho e de fácil acesso; há um ônibus que passa em Ponta Negra (vem pela Roberto Freire, a avenida que passa em frente ao Praia Shopping, e daí entra na rota do Sol) e te deixa bem pertinho do Marina Badauê, de onde saem os barcos.
Maracajaú é longe; dá até para pegar ônibus na rodoviária e diminuir o custo, mas mesmo assim demora mais de uma hora, e depois de chegar em Maracajaú ainda tem que andar bastante.

Em Pirangi tem o maior cajueiro do mundo, ponto de visitação tradicional (o Marina Badauê fica em frente ao cajueiro).
Em Maracajaú tem o parque aquático Ma-noa, que eu achei muito caro e muito fraco; tem uns dez brinquedos, água meio suja.

O Ma-noa promove uns passeios, mas é para turistas.
O melhor é procurar algumas agências de mergulho na vila de Maracajaú, que são especializadas em mergulho.

Acho que Maracajaú só é vantagem para quem quer realmente mergulhar com cilindros."

Mais informações: Maracajaú - Perguntas e Respostas

by

11. Lagoa azul – Povoado de Baixio – Bahia

Lagoa Azul - Foto: Divulgação

Com dunas de areia branca nas margens é a mais conhecida lagoa do Povoado de Baixio, no município de Esplanada na Bahia. Nela, só podem entrar 120 pessoas por dia, divididas em grupos. O trajeto até lá tem 1,5 quilômetro e costuma ser percorrido em 30 minutos. É possível fazer o passeio de carro. Mas só dá para encarar naqueles com tração nas quatros rodas. Caso resolva ir por conta própria, o veículo só chega até os portões da propriedade. O resto do caminho deve ser feito a pé. Para pedestres, o acesso à trilha custa R$ 10. O passeio de veículos 4x4 com duração de duas horas custa R$ 40 por pessoa. A visitação rola das 8h às 18h. É indicado levar bebida e comida, pois não há barraca no local. Não esqueça, é claro, de deixar a área limpa antes de ir embora. A preservação ambiental é levada a sério na região que conta com mais atrações como a Lagoa da Panela, Lagoa do Mamucabo, Lagoa Verde e a Barra do Inhambupe.

 

by

12. Praia dos Carneiros – PE

Praia dos Carneiros - Foto: www.pontaldoscarneiros.com.br

Uma das mais belas praias do litoral Pernambucano, a Praia dos Carneiros tem 5 Km de coqueirais margeando toda a sua extensão. Com suas piscinas naturais e bancos de areia é um paraíso pernambucano. Confira mais informações aqui

Como Chegar:

Saindo de Recife, seguir pela BR 101 Sul até a PE 60 que leva às praias de Porto de Galinhas; Serrambi, Barra de Serinhaém e Rio Formoso. Após passar a entrada da cidade de Rio Formoso observar placas sinalização PRAIA DOS CARNEIROS. Seguir orientações e pegar a PE 072. Após passar a ponte, seguir 2Km até a placa de sinalização da Pousada Bangalôs do Gameleiro à esquerda.

by

13. Baía do Sancho – Fernando de Noronha – PE

Foto: Eduardo Vessoni / Pela 3ª vez consecutiva, Baía do Sancho é declarada uma das melhores praias do mundo

"Considerada a mais bonita do Brasil, conhecer o Sancho requer disposição redobrada. Descendo na rodovia, a trilha de acesso ao PIC ( Posto de Informação e Controle) é feita em 15 minutos de caminhada. No PIC o visitante tem duas opções de trilha: a dos Golfinhos e a do Sancho. Para o Sancho a pernada é de aproximadamente 1km até chegar ao mirante e a escada que dá acesso à praia. Antes de descer, vale continuar a trilha até as ruínas do forte de São João Batista, onde é possível ver o Morro Dois Irmãos por um de seus ângulos mais conhecidos. Depois de voltar e descer dois lances de escada, enfim, pisamos na praia mais f*da de Noronha e, por que não(?), do Brasil."  - Dicas de Alexandre Cabeça

Mais informações você encontra aqui, aqui e aqui.

 

by

14. Lagoa do Carcará – Nísia Floresta – RN

Foto: Gaia Vani / Post:  O que fazer em Natal: Lagoa do Carcará

"Iniciamos a viagem de Recife, num comboio de 13 veículos 4X4, rumo à cidade de Nísia Floresta, também conhecida como a “Terra do camarão”, por conta das “fazendas de criação de camarões”, distante cerca de 23km de Natal.

Nísia Floresta é uma cidade pequenina, onde fica localizada a Fazenda Brasileira Augusta, com sua fábrica de cachaça artesanal, que vale à pena conferir, pois dizem que fabrica uma das melhores cachaças do Rio Grande do Norte...cachaça Papary....é uma pena que o comboio não parou por lá, quando passamos na frente, pra fazer degustação;...affff

Seguimos por dentro de Nísia Floresta, por uma estrada de terra que nos levou à Lagoa do Carcará! Essa lagoa é pouco conhecida pelos turistas, tinha mais o pessoal da região mesmo!! A lagoa é uma delícia, águas mornas e claras, ideal pra um passeio em família..."  - Dicas da mairajferreira em Bate volta em 4X4 - Recife - Pipa e arredores – Recife

 

 

 

by

15. Lagoinha do Leste – Florianópolis – SC

Foto: Luíza Quaresma / Post:  Mais ao Sul, mais ao Leste

"Esta semana tive oportunidade de fazer novamente a trilha da Lagoinha do Leste via praia do Pântano do Sul.
Nível: médio (em função da subida e descida). A trilha é bem aberta.
Duração: média de 2 horas ida + 2 horas volta
Início: ir até a praia do Pântano do Sul. Defronte um condomínio residencial há uma rua calçada. Subir a rua até as indicações da trilha."  Dica do Luciano Braghirolli em Trilhas em Florianópolis - Perguntas e Respostas

by

16. Praia dos Meros – Ilha Grande – RJ

Praia dos Meros - Fotos: Instagram @carloscastrofri

A Praia dos Meros é totalmente isolada e inacessível por trilhas e fica entre as Praias de Provetá e Aventureiro. Tem águas cristalinas e areia muito branca, possui grande concentração de vida marinha e nela é possível também ver vestígios geológicos, conhecidos como “amolares”, que são cavidades feitas em rocha, provocadas pelo repetido atrito de outras rochas, legado das antigas civilizações que habitaram a Ilha a cerca de 3000 anos atrás.

Como Chegar:
Partindo de barco de Provetá (praia mais próxima), Araçatiba, Praia Vermelha ou da Vila do Abraão pelo passeio de volta a Ilha em escuna ou lanchas, que fazem parada na praia para banho de mar e snorkel.

 

by

Votar

27 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 51

Votos Positivos: 39

Upvotes percentage: 76.470588%

Votos Negativos: 12

Downvotes percentage: 23.529412%

Adicionar nova imagem

This field is required

Drop Image Here

or

Get image from URL

Maximum upload file size: 8 MB.

Processando, Aguarde um instante...

Este post foi criado com o nosso formulário super fácil e rápido! Envie seu post!


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…