Blog

Subindo o Pico Caratuva – 2º MAIOR DO SUL DO BRASIL!


Iniciamos o mês de maio com muita aventura na veia. Nos dias 6 e 7 fizemos a trilha do Pico Caratuva, o segundo maior do sul do país (1.854m A.N.M), com direito a acampamento no cume da montanha.

A montanha está situada na cidade de Campina Grande do Sul, no Paraná, dentro da Fazenda Pico Paraná. O acesso à trilha é controlado pelos proprietários do local e seu acesso é pago (R$ 15 por pessoa). Na chegada, estacionamos os carros, fizemos o pagamento, assinamos o livro de controle do Parque, iniciando nossa jornada por volta de 10h30 da manhã. O percurso exigiu bastante de nós duas. A trilha estava bastante úmida na maior parte do trajeto e haviam vários trechos bem lamacentos – havia tanta lama, que apelidamos estes trechos de “manguezal”. Por vezes, tivemos que escalar pedras, inclusive com o auxílio de cordas.

 

Fizemos o percurso de ida em 5h30min, completando os cinco quilômetros de caminhada até o ponto mais alto da montanha, onde montamos o nosso acampamento. Na chegada, alguns montavam suas barracas, outros contemplavam a paisagem e nós preparávamos nosso “almoço”, afinal, já passavam das 15h. O visual era incrível, o céu azul, com muitas nuvens ao redor. O sol nos esquentava e, na nossa frente, avistávamos o imponente Pico Paraná, o primeiro da lista nos mais altos do Sul do Brasil. O pôr do sol também foi um show à parte apesar do nevoeiro.

Logo após o pôr do sol, começamos a preparar a nossa janta, pois ventava muito e a umidade aumentava a cada momento. Ligamos nosso fogareiro e cozinhamos um arroz de saquinho, que foi misturado com bacon e ovo frito. Uma delícia! Os outros aventureiros cozinhavam os mais variados menus, no estilo MasterChef! Teve até macarrão parafuso com cebola roxa, alho e atum, finalizado com muuiito orégano. Este prato ganhou a medalha de ouro e nos rendeu boas risadas. Junto com a refeição noturna, muitos tiraram da sua mochila o tradicional vinho (e tínhamos as mais variados tipos: branco seco de uva niágara, chileno, tinto suave). Engana-se aquele que pensa que aventureiro come mal nos acampamentos (kkkk). À noite, o frio alcançou a temperatura de 4,6ºC, com sensação térmica bem menor… O frio era tanto, que às 20h todos já estavam recolhidos em suas barracas.

Depois de uma noite de remexe-mexe na barraca, despertamos às 5h50 com nosso amigo o Fabiano gritando “olha o sol!”. Espreguiçamos mais um pouco e, às 6h00, saímos da toca pra assistir ao espetáculo. Infelizmente não conseguimos assistir o raiar do sol por completo por causa das nuvens. O sol apareceu tímido entre o nevoeiro por três ou quatro vezes. Fizemos um café da manhã gostoso, com gostinho de café passado. Sabe como? Colocamos uma porção de pó de café em um filtro de papel tradicional, amarramos com um barbante formando um saquinho. Fervemos água e colocamos o sachê dentro da panela até o café diluir na água. Deu super certo! Pra comer, rolou um Rap 10 na frigideira com queijo e salame.

Ainda pela manhã fazia muito frio e vento (em torno de 6ºC), como o céu estava completamente fechado pela névoa, decidimos voltar antes do previsto. Às 9h10min iniciamos a descida, chegando na base após 4h30min de caminhada. Fechamos a trip com um almoço servido pelo pessoal da Fazenda e seguimos rumo à terrinha natal. Cada viagem dessas é especial. Mas essa teve um gosto diferente. Além das risadas e da paisagem, a troca e a interação entre o grupo são os pontos mais marcantes. Apesar de cada um carregar sua mochila, quando se chega no acampamento, o “meu” equipamento se torna “seu”, se torna “nosso”. Toda comida é compartilhada, cada um come um pouco de tudo. Cada um divide aquilo que tem, independente da porção ou do valor.

Além da aula de companheirismo, a natureza também nos ensina a cada atividade. Nos mostra o quanto somos pequenos e insignificantes e, ao mesmo tempo, prova que com muita força de vontade podemos alcançar o inimaginável e chegar aos lugares que a maioria das pessoas somente conheceria por foto.

Na mochila (10kg cada), levamos:

PARA COMER:

  • Lanche rápido: barras de cereal, carboidrato em gel, mel em sachê, salgadinho de polvilho, chocolate
  • Almoço: miojo e suco em póJanta: arroz de saquinho, ovo, bacon e suco em pó
  • Café da manhã: Rap 10 com queijo provolone e salame; mini waffle de chocolate; sachês de café

PARA DORMIR:

  • 01 isolantes térmicos aluminizados cada
  • 01 saco de dormir cada
  • 01 colchão inflável cada
  • 01 travesseiro inflável
  • Barraca Naturehike (3 pessoas) – 1,8 x 2,0m

PARA VESTIR:

  • 02 camisas dry fit para cada
  • 02 anoraques (impermeável e corta vento) para cada
  • 01 casaco fleece para cada
  • 02 pares de meia de trekking para cada
  • 01 gorro de lã para cada
  • 01 ecohead
  • 02 pares de luva para cada (sendo um tipo de luva somente para uso na trilha e outro em tecido fleece para aquecer as mãos no acampamento)

OUTROS ITENS:

  • Apito (item obrigatório neste Pico – e importante em qualquer outra aventura – para usar somente em caso de emergência)
  • Lanterna de cabeça e pilhas extra
  • GoPro e 02 baterias reserva
  • Celulares
  • 01 fogareiro e 01 gás
  • 02 pratos
  • 02 canecas
  • Talheres, sal, açúcar, leite em pó
  • Sacolas extra para embalar itens que podem voltar sujos e também carregar o lixo produzido
  • Medicamentos (analgésico, relaxante muscular)
  • Lenço umidecido, pente, escova e pasta de dente e desodorante

ASSISTA AO VÍDEO DESTA AVENTURA CLICANDO AQUI!

_______________________________________

SOBRE O AVENTURA DE FÉRIAS:

O Aventura de Férias é um projeto voltado para o público que gosta de aventuras e tem como objetivo compartilhar experiências e vivências de baixo custo e em meio à natureza, mostrando que é possível ser feliz com pouco e pertinho de casa. Dentre as nossas aventuras, é possível perceber opções para caminhar, correr, pedalar, tomar um banho de cachoeira ou subir alguma montanha.

Um dos pontos mais fortes do projeto é o canal do YouTube, cujos vídeos apresentam como chegar em cada local e como explorá-los, ou seja, o expectador terá em suas mãos um completo Guia de Aventuras. Outro ponto que desperta curiosidade é a nossa Kombi Home, que teve o seu interior totalmente adaptado para dormir, cozinhar e viver dentro dela. O passo a passo da reforma da Kombi foi executado por nós e registrado em vídeo, disponível para visualização em nosso canal do YouTube. Leia mais!

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS:

Blog: www.aventuradeferias.com.br

YouTube: /aventuradeferias

Instagram: @aventuradeferias

Facebook: @aventuradeferiastf

Tainá e Fernanda, fundadoras do projeto Aventura de Férias

Votar

10 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 10

Votos Positivos: 10

Upvotes percentage: 100.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Este post foi criado com o nosso formulário super fácil e rápido! Envie seu post!


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…