Blog

Japão, por que não?!


Quem nunca teve vontade de conhecer o outro lado do mundo mas logo de cara ficou com preguiça/medo/cansaço de pensar em viajar por mais de 30 horas até chegar lá? Eu já tinha ensaiado várias vezes fazer essa viagem e sempre optava por outro lugar. Daí fui lendo sobre as cias aéreas que oferecem stopover… e a princípio parecia bem interessante a ideia. Dar aquela paradinha (na ida OU na volta) pra conhecer outro país antes de chegar ao seu destino principal. Já tinha me decidido que a parada devia ser feita na ida, pra não chegar morto ao destino, e a quantidade de horas dos voos de volta não importava tanto. Já que depois estaria em casa e teria tempo pra descansar e me recuperar.

Então vamos lá… destino decidido e férias marcadas. Tinha 5 meses de antecedência pra preparar tudo. Daria tempo tranquilamente. Por onde começamos a colocar essa viagem na prática? Pelo voo. Sempre. E dá-lhe pesquisar. Pesquisar de dia, de noite, de segunda, de sábado. Tudo pra ver se mudavam os preços, os horários, a duração do voo. Ou se um milagre poderia acontecer. Porque assim, nessas horas, a gente espera qualquer coisa. Eis que nesse meio tempo recebo um e-mail da KLM  falando justamente sobre a disponibilização de stopover em Amsterdam. Já tinha voado de KLM, já tinha ido à Amsterdam, já estava querendo voltar. Perfeito! Foquei minhas buscas no site da empresa. Que tem versão em português. Que é super fácil de pesquisar voos. Que finaliza os preços em reais. E que parcela em até 4 x sem juros. Tá bom?! Então tá bom!

Paris – Tóquio – Amsterdam. Tava fechado o roteiro. Foram 3 dias na ida em Paris, 11 dias no Japão e 3 dias na volta em Amsterdam. E o melhor, por muito pouco a mais do que as passagens que levam 42 horas pra chegar até Tóquio normalmente. Sério. Acho que só aumentou mesmo as tarifas aeroportuárias. Foi cerca de R$150,00 a mais pra fazer esses dois stopovers. E será que compensa? Só te falo uma coisa: Paris e Amsterdam. Compensa sempre. Vai por mim!

Bom, esse apanhado geral é só pra mostrar que dá pra ir pro Japão ou qualquer outro país asiático “confortavelmente” na classe econômica sem chegar lá morto e sem gastar os tubos só com a passagem aérea. No blog você encontra o restante do planejamento. Como eu fiz pra tirar o visto, decidir os hotéis, fazer o câmbio do dinheiro, comprar o passe de trem. Contarei algumas curiosidades e vou indicar lugares legais e passeios imperdíveis. Coisas pra comer e coisas pra comprar. Lá é tudo tão diferente que desperta muita vontade de comprar. E nem sempre é impossível. Muitas coisas são mais baratas que aqui no Brasil. Fora que até as embalagens dão dó de jogar fora. Prepare-se!

 

poltrona22poltrona22poltrona22poltrona22

 

 

 

 

 

 

 

 

poltrona22 poltrona22 poltrona22  poltrona22

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre o Japão você confere no blog Poltrona 22.

Votar

5 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 9

Votos Positivos: 7

Upvotes percentage: 77.777778%

Votos Negativos: 2

Downvotes percentage: 22.222222%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…

Pular para a barra de ferramentas