Brasil

Trancoso

O lugar é de encantar novos descobridores a cada dia. São praias de águas mornas e transparentes que espelham o céu; falésias, coqueirais, mangues, rios, a mistura de raças e credos, além do forte apelo histórico, o “berço de um novo povo” que fazem de Trancoso um dos destinos mais descolados do país.

A Trancoso baiana, assim como a portuguesa (é, em Portugal há uma Trancoso), está em um platô. Ao chegar no Quadrado, uma grande praça retangular, gramada e cercadas de árvores centenárias e construções coloridas, da época do descobrimento (urbanização típica dos jesuítas, século 16), um sorriso é inevitável. E só vai entender quem tiver a oportunidade de, num final de tarde ensolarado, sentar-se em uma das cadeiras coloridas que estão em todo o Quadrado e ver a roda de capoeira que se forma, o jogo de futebol, o passeio à cavalo e ver o tempo passar nos tons de dourado e nos movimentos das crianças brincando.

Cortando o Quadrado em direção a igreja de São João Batista (1586)… vento, ar puro e uma visão da praia dos nativos – a areia dourada e o mar azul de céu só não parecem uma pintura por causa do balançar dos coqueiros lá em baixo ou de uma canoa e outra passeando pelo rio.

A Praia dos Nativos é a principal de Trancoso – Foto: Silnei L Andrade / Mochila Brasil

O Quadrado

O lugar de fato é o caldeirão do vilarejo descoberto pelos hippies nos anos 70. Um vai e vem calmo de gente de todos os cantos do mundo e do Brasil. Restaurantes, bares, lojas de artesanato, ateliês e pousadas ocupam as construções da época do descobrimento (pelo menos as fachadas se mantém originais). Se eu já tivesse ido ao paraíso, ou pelo menos tido uma visão dele, certamente iria compará-lo a uma tarde no Quadrado; claro, num dia de semana em baixa temporada! À noite, à iluminação de velas, um barzinho e um som no Quadrado pegam bem. E pra voltar à cena imaginária do paraíso, basta olhar para o céu e vê-lo forrado de estrelas.

Quadrado é uma grande praça, mas bem parece um parque – Foto: Silnei L Andrade / Mochila Brasil

Conhecendo algumas praias à pé

As praias dos Nativos e dos Coqueiros ficam bem perto do centro da vila, as demais devem ser percorridas a pé ou em barco, pois elas são protegidas pelo Rio Trancoso e por uma grande área de mangue, o que impede a passagem de carros. Também não é permitido o passeio de buggy na areia. Então uma mochilinha básica, água, lanche, filtro solar e vamos andando!
12Km de praia unem os distritos de Arraial d’Ajuda e Trancoso e caminhar de um a outro é uma boa opção.
Praia do Rio da Barra
Primeira no sentido Norte-Sul. Recebe as águas do Rio da Barra. Tem 4Km de extensão e algumas barracas.
Praia dos Nativos
Tem 2,5Km e é bastante frequentada por moradores. Tem barracas.
Praia do Coqueiral ou dos Coqueiros
Tomou o lugar de “a de mais frequentada”, posto este que era da Praia dos Nativos. As balsas que vêm de Porto Seguro com turistas chegam ali.
Praia do Rio Verde
Praia de mar aberto, conta com barracas e restaurantes, sendo hoje a praia mais descolada de Trancoso. Na década de 80 o nudismo era praticado no local, hoje é proibido.
A cerca de 50m da praia há uma bela lagoa de água doce (Lagoa do Rio Verde) onde o banho é permitido!
Da Praia do Rio Verde parte-se para a Praia de Itaquena, que tem plataformas de recife onde é possível pescar.
Praia da Barra do Rio dos Frades
Nas proximidades existem árvores frutíferas da época do Descobrimento.

no vai e vem do Quadrado, a pé ou à cavalo – Foto: Silnei L Andrade / Mochila Brasil

Praias próximas de Trancoso

Outeiro – Fica próxima a um condomínio, o Outeiro das Brisas. Há falésias e oferece uma bela vista da região.
Espelho – Está dentre as mais belas praias do país. Coqueiros, mata nativa e falésias compõe um dos mais bonitos cenários da região.
Curuípe – O verde da mata e o azul do mar, vistos de uma ladeira que dá acesso à praia dão uma visão indescritível de Curuípe.
Caraíva  – Antiga vila de pescadores, fica a 1:30h de (em carro) Trancoso. Conta com várias pousadas e famoso forró! Ainda preserva características como não ter energia elétrica e atrai público jovem. (Leia algumas dicas de Caraíva aqui).
Ponta do Corumbau  -Fica a 80Km ao sul de Trancoso (uma hora e meia de lancha). Há uma reserva extrativista. As maiores atrações são os recifes e os bons pontos para mergulho.
Taípe – Faz parte de Arraial d’Ajuda (leia sobre o Arraial d’Ajuda aqui), mas é ao lado de Trancoso, dá pra chegar caminhando. É lá onde está instalado o Club Med que apesar de estar em Arraial levou o nome de Trancoso. Caso não queira ver a turma do sapatinho branco siga para as praias ao sul de Trancoso!

Onde comer

A portinha – Um dos melhores self-services do Brasil , com pratos saborosos e variados. Fica no Quadrado e em Arraial d’Ajuda e Porto Seguro também tem!
Panificadora Pandoro – Fica de frente para o Quadrado, lá você vai poder tomar um bom café da manhã caso sua pousada não o ofereça; além de saborosos sucos pra se refrescar.
Pé na Praia – Barraca que fica na Praia do Rio Verde. Peixe grelhado e a caipirinha (generosa) são boa pedida.
Restaurante da Silvana – Em um ambiente simples e à sombra de uma grande amendoeira, você pode saborear comida caseira e moqueca baiana servidos pela dona, Silvana, nativa de Trancoso. Fica no Quadrado.
El Gordo – Fica no Quadrado e tem espetacular vista. Cozinha portuguesa e internacional, para quem está com orçamento folgado.

Outros serviços e lojas indicadas

Livraria Nobel – Rua Carlos Alberto Parracho (Próximo ao Quadrado).
Canto Verde – Galeria composta de lojas transadinhas, como tudo em Trancoso. Lá está a indispensável Hering; indispensável sobretudo pra quem está com o pé na estrada há algum tempo!
Caixas eletrônicos – A vila conta com unidades do Banco do Brasil e Bradesco.

Eventos

Janeiro – Dia 20, festa de São Sebastião.
Fevereiro – Dia 2, festa de Iemanjá. Dia 3, festa de São Brás.
Abril – Dia 21, Auto do Descobrimento.
Junho – São João.
Esporádicos – durante o verão fazendas locais organizam festas que atraem viajantes de diversaspartes do Brasil e do mundo.
As raves na praia que chegavam a durar até 3 dias seguidos já não ocorrem mais.

Areia dourada da Praia dos Nativos – Foto: Silnei L Andrade / Mochila Brasil

Como chegar

De Carro, Moto…
O principal acesso é a BR 101. No KM 772, Eunápolis-BA, você deve seguir pela BR-367 até o Km 33 desta rodovia e mais 47 km até Trancoso.
Agora se preferir fazer um “tour” pela região, siga direto até Porto Seguro. Chegando lá, pegue a balsa para Arraial d’Ajuda (funciona 24h e leva menos de 30 minutos para atravessar). A partir de Arraial d’Ajuda são 26Km até Trancoso em estrada asfaltada.

De ônibus e avião
Diversas capitais do país têm ônibus e vôos diretos para Porto Seguro. A Gontijo/São Geraldo (site) e a Viação Águia Branca (site) são as principais empresas de ônibus que atuam na região.
Chegando a Porto Seguro é só atravessar a balsa sentido Arraial d’Ajuda. Próximo a balsa, já no Arraial, partem ônibus e kombis para Trancoso.

Onde ficar

Trancoso tem boa oferta de leitos, para todos os gostos, bolsos e necessidades.
Quem opta por ficar no Quadrado fica mais próximo do pequeno comércio local, já quem fica nas praias pode curtir o mar e as barracas que lotam no verão!
Confira algumas pousadas aqui e hostels aqui.

Fotos:

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…