América do Norte

Utah é o paraíso dos amantes da natureza

Utah é uma terra de aventuras selvagens, mitos antigos e possui algumas das paisagens mais bonitas do mundo. Além de belas montanhas nevadas, desertos, grandes planícies de sal e parques incríveis formam um grande mosaico de conservação da região sudeste. Só ali são cinco grandes parques nacionais: Canyonlands, Arches, Capitol Reef, Bryce Canyon e Zion, e 43 parques estaduais. O encontro das três áreas geológicas, Rock Mountain, Colorado Plateau e Great Basin, fazem de Utah um dos principais destinos dos amantes da natureza em viagem pelos Estados Unidos.
Na capital do Estado, Salt Lake City, o urbano se mescla à natureza sendo um dos mais bonitos cenários do país. A cidade é o principal centro mórmon norte-americano e foi construída ao redor de um lago. Suas montanhas e resorts de esqui foram sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002.

Hollywood e Utah

Viajando por Utah, algumas cenas parecerão bem familiares. Mesmo sem nunca ter visitado o Estado, tem-se a impressão que você já esteve por lá. É que ele já foi cenário para mais de 900 filmes tanto no cinema como na televisão. A começar com os clássicos filmes do velho oeste da década de 20, como o “The Covered Wagon” (1923), “The Deadwood Coach” (1924) e “The Vanishing” (1925), muitos cineastas americanos da Costa Oeste vieram para a região sul do estado. Ao longo dos anos foram tantos filmes de faroeste gravados no sul de Utah que Kanab ficou conhecida como a Pequena Hollywood e o Monument Valley, o cenário típico. O set de filmagem de “Johnson Canyon Western” serviu também para muitos outros filmes das décadas de 50 e 60. Logo depois dos anos 60, os cineastas começaram a se expandir por ali buscando outros cenários com vistas surpreendentes. O Arches National Park e o Canyonland National Park apareceram em muitos longas como também as regiões de Wasatch Mountains e Bonneville Salt Flats.

Monument Valley Navajo Tribal Park | Utah Office of Tourism

Monument Valley Navajo Tribal Park | Utah Office of Tourism

Em 1981, Robert Redford fundou o Sundance Institute onde hoje opera o Sundance Resort, criando ambientação para o desenvolvimento de projetos cinematográficos independentes e um evento, o Sundance Film Festival, para celebrar os projetos. Atualmente, o Sundance Film Festival recebe mais de 50 mil profissionais da indústria do cinema todos os anos. O filme “127 Horas” (2011), gravado no Canyonlands National Park, recebeu 6 indicações ao Oscar. Alguns filmes gravados em Utah: “No Tempo das Diligencias” (1939), “Butch Cassidy e Sundance Kid” (1969), “Footloose: Ritmo Louco” (1984), “Indiana Jones e a Ultima Cruzada” (1989), “Forrest Gump: O Contador de Histórias” (1994) e “Thelma e Louise” (1991).

5 parques nacionais, 43 estaduais e 7 monumentos nacionais

Utah possui 5 parques nacionais – Canyonlands, Arches, Capitol Reef, Bryce Canyon e Zion, 43 parques estaduais e 7 monumentos nacionais. Assim como o estado orgulha-se de ter “The Greatest Snow on Earth” (A Melhor Neve do Planeta), Utah representa o que há de melhor entre as Montanhas Rochosas e o Deserto Sudeste do estado. Harmonia perfeita de aventura com a natureza mantendo-se fiel ao seu slogan, “Utah – Life Elevated”. A linda paisagem de imensos penhascos e vales profundos, imensos arcos e chapadas dos EUA que nos vêm à cabeça estão em Utah.

Roteiro

O roteiro pelo Estado pode começar pelo Antelope Island State Park, a 23 km do centro de Salt Lake City. Esta tranquila e serena ilha no Great Salt Lake é o lar de uma das maiores manadas de bisões nos EUA. Antelope Island possui praias de areia branca, mais de 56Km para caminhadas, ciclismo, trilhas e vistas incríveis do Great Salt Lake. Além dos bisões, a ilha é o lar de cervos, ovelhas, antílopes, coiotes e uma grande variedade de aves.
O visitante tem também a oportunidade de cavalgar e navegar pelo Great Salt Lake de onde pode-se avistar as Montanhas Rochosas cujo pico mais elevado tem 3.500m. Apesar de ser uma ilha, o acesso é realizado pela estrada A15.

Highway 12 | Steve Greenwood - Utah Office  of Tourism

Highway 12 | Steve Greenwood – Utah Office of Tourism

Dali, o roteiro pode começar por Moab, às margens do rio Colorado. São cerca de 430km. Localizada em um vale entre penhascos de arenito vermelho, a região serve de entrada para dois parques nacionais, o Arches e o Canyonland. Trata-se de uma região de muita energia, conhecida mundialmente pelas atividades de mountain bike.
Moab é a base para as atividades de ciclismo, aspinismo, caminhada, passeios por desfiladeiros em veículos 4 x4, cavalgadas e navegadas pelos rios. Àqueles que desejam mais tranquilidade, a região oferece rotas cinematográficas até os parques.
Perto de Blanding, encontra-se o Natural Bridges National Monument que exibe três pontes naturais rochosas em um vale que pode ser acessado por pequenas trilhas. Lugar ideal para observar as estrelas. Distante apenas 2km dali, fica o histórico Gouldings Lodge, primeiro ponto de comércio com museus retratando os primórdios das atividades comerciais e cinematográficas.

Canyonlands

As aparências parecem indicar que se trata de um dos lugares mais áridos do planeta, mas ele foi criado pela água. Trata-se de uma paisagem de cânions de sombras profundas, planícies de cor laranja, cumes íngremes em tom vermelho e grandes rochas marrons – uma intensa paleta de cores naturais que ganham intensidade sob os raios do sol poente. Canyonlands é dividido em quatro regiões. A de acesso mais fácil é Island in the Sky, as outras áreas são Needlesm Maze e Rivers. Do Grand View Point pode-se ter uma visão panorâmica de 360 graus dos profundos vales.
O lugar é um paraíso para os adeptos da caminhada, ciclismo, passeio a cavalo, passeios de jipe. Há atividades para quem procura diversão como a pesca e o rafting no Cataract Canyon e ciclismo de montanha na White Rim Road. Veículos 4 x 4 e motocicletas podem rodar nesta trilha que possui 161km de extensão.
Localizado no sudeste de Utah – a apenas alguns quilômetros de distância do aeroporto de Grand Junction, no Colorado – o parque foi aberto em 1964 e tornou-se um dos mais populares na planície do Colorado. Em Dead Horse Point, um dos parques estaduais mais espetaculares de Utah, a 600 mts acima do rio Colorado, tem-se uma vista deslumbrante dos pontos mais altos e íngremes de Canyonlands National Park.
Vale lembrar que neste parque, em maio de 2003, o alpinista Aron Ralston Lee, ficou preso em um cânion e teve de amputar o próprio braço com a finalidade de libertar-se depois que ele ficou preso em uma pedra, incidente que virou tema do filme “127 Horas” (2010).

Arches National Park

Como o nome sugere, é um paraíso com mais de 2 mil arcos naturais de arenito vermelho e rochas naturais incrivelmente equilibradas, características geológica deste parque que abriga a maior concentração mundial de arcos formados naturalmente pelas rochas. É ali que se encontra um dos ícones das imagens do Estado de Utah, o Delicate Arch, formação de 20m de altura.
A caminhada até o arco tem uma subida de quase 3km passando por desfiladeiros e dura cerca de 45 minutos. Uma estrada asfaltada de 29km formando um circuito fechado oferece aos visitantes uma paisagem com cores brilhantes repletas de cumes, afloramentos rochosos, falhas geológicas e fósseis.
A 76km de Arches National Park, está localizado o Monument Valley . De jipe, o visitante poderá conhecer o cenário mais utilizado para produção cinematográfica de filmes western do que qualquer outro nos Estados Unidos. Formações de arenito, o Navajo Indian Nation e Four Corners Monument definem esta região de deserto aberto, retrato perfeito dos filmes do Velho Oeste percorrido por John Wayne. “No Tempo das Diligências”, clássico filme do faroeste americano, foi rodado ali e o local é até hoje, uma das mais conhecidas paisagens de Monument Valley. Visite também o Goulding’s Lodge Trading Post and Museum, originalmente usado como entreposto comercial. O museu e o hotel foram restaurados utilizando os mesmos utensílios domésticos comercializados entre 1940 e 1950.

Delicate arches | Utah Office of Tourism

Delicate arches | Utah Office of Tourism

Capitol Reef National Park

Partindo de Monument Valley, a 305km , encontra-se o Capitol Reef, o mais novo parque da região. Localizado sobre o Waterpocket Fold, uma enorme dobra geológica da crosta terrestre, que forma a principal estrutura de 160km de extensão do parque. Os primeiros exploradores descreveram essa dobra como sendo um “recife rochoso e intransponível” dando assim o nome ao parque.
Recifes e cânions são abundantes em todo o parque. É possível caminhar, acampar, cavalgar e andar de bicicleta por toda a região usando como base entrada pelas cidades de Boulder ou Torrey.

Bryce Canyon National Park

Os habitantes nativos de Bryce, os Paiutes, acreditavam que as figuras desenhadas nas rochas fossem pessoas que haviam se transformado em pedras por deuses impiedosos. Milhões de anos de atividades geológicas, vento e água criaram uma paisagem surreal ali. Picos elevados, torres e labirintos assombram nossa imaginação e nos incitam a explorá-los ainda mais. Há trilhas para caminhadas e cavalgadas pelo parque incluindo passeios pelas imponentes formações rochosas. Na parte mais alta, são 13 pontos panorâmicos. Ao todo são oito trilhas sinalizadas. Algumas moderadas, como a Navajo Loop, de 2 horas de caminhadas, outras mais exigentes, como a Fairyland Loop, que pode levar até 5 horas.
Um sistema de transporte conecta todos os principais anfiteatros naturais. Também é possível utilizar veículos de passeio. Em dias claros, é possível ver o norte dos Estados do Arizona e Novo México.
Bryce Canyon é um lugar apropriado para caminhadas noturnas. Três vezes por mês, os guardas-florestais organizam uma caminhada de 2 horas pelo parque, sempre em noites de lua cheia.
Seguindo pela Byway Scenic 12, classificada entre uma das “Top 10 Byways Scenic” dos Estados Unidos pela revista Car & Drive, rodando cerca de 60km, já em Escalante, encontra-se o Shotting Star Drive-In, uma verdadeira viagem aos anos 60. Em plena Scenic Byway, o visitante vai se deparar com sete carros conversíveis clássicos estacionados diante uma enorme tela branca, ali é possível sentar-se em um dos modelos e acompanhar algum sucesso de Hollywood. Existem ainda alguns trailers decorados como se fosse o camarim de alguma grande estrela do cinema.

Zion National Park

O mais antigo Parque Nacional de Utah – aberto em 1909 – é também o mais visitado. Trata- se de um enorme santuário de montanhas imponentes, precipícios de arenito, vales de fendas estreitas, elevados arcos e cachoeiras, tudo ao longo de seus 24km de extensão. São cerca de 300 espécies de pássaros, mais uma centena de variedades de animais e inúmeros tipos de plantas. É, sem dúvida, o sonho de todo fotógrafo.
Zion é lugar para canoagem, caminhadas para todos os níveis de habilidade explorando rios de águas cristalinas e vales arborizados. O ponto de partida é Zyon Canyon, com 15km e até 800m de profundidade que corta paredões de arenitos avermelhado. No pequeno vilarejo ainda se pode explorar muitas galerias e lojas de artigos artesanais.

Angels landing - Zion National Park | Utah Office  of Tourism

Angels landing – Zion National Park | Utah Office of Tourism

The Greatest Snow on Earth

É como muitos se referem aos treze metros de neve que caem todos os anos sobre os catorze resorts de esqui de Utah. Salt Lake City e os resorts mais próximos sediaram os Jogos Olímpicos de Inverno (2002). Todos ficam a menos de 1h do Aeroporto Internacional de Salt Lake City, sete deles estão distantes apenas 45 minutos de carro. São eles: Alta Ski Área, Beaver Mountain Ski Resort, Brian Head Resort, Brighton Ski Resort, Canyons, Deer Valley Resort, Eagle Point, Park City Mountain Resort, Powder Mountain, Snowbasin, Snowbird Ski and Summer Resort, Solitude Mountain Resort, Sundance Resort e Wolf Creek Utah Resort.
Há também os passes para múltiplos resorts.

Mais informações podem ser encontradas no site oficial do Utah Office of Tourism e
belíssimas imagens nas páginas do Utah Office of Tourism noPinterest e no Facebook.

Com informações da Assessoria de Imprensa.

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

3 Comments

3 Comments

  1. Pingback: As estradas mais bonitas da América do Norte - Mochila Brasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…