Livros, Cinema e afins

A História do mundo sem as partes chatas

Uma aula de História diferente que incitará o leitor iniciante a pesquisar as partes “chatas” e promete divertir os iniciados no assunto

O livro História do Mundo Sem as Partes Chatas, lançamento da Editora Cultrix, chega às livrarias de todo o país mostrando que tudo o que provavelmente aprendemos na escola de forma maçante e tediosa pode ser divertido, engraçado e interessante, bastando apenas tirar as partes chatas. Com um texto recheado de ironias, sarcasmos e cheio de descontração, o historiador e escritor Dave Rear, professor universitário de história e inglês em Tóquio, apresenta em apenas dez capítulos a evolução da história do planeta Terra, seus personagens e seus ciclos de forma leve e sem a rigidez acadêmica, tão comuns em muitos livros do gênero.
Para Rear, o Big Bang seria “O Grande Climax”, fazendo alusão ao estado de êxtase que a explosão que originou o mundo deve ter causado. A obra é um grande tratado politicamente incorreto, recontando a nossa história com termos modernos e muita criatividade. E um exemplo ilustrativo, é quando o autor cita o ranking dos dinossauros mais legais da história e os nomes malucos que os paleontólogos dão aos “bichinhos”como Ultrassauro, Supersauro e Fabulomegaultrasupersauro. Cada capítulo, dividido em partes para melhor compreensão, traz um resumo dos fatos relevantes que construíram a nossa civilização. O humor presente na obra remete o leitor aos tradicionais filmes deMonty Python e ao programa americano Saturday Night Live.
Com cuidadosa tradução, a edição brasileira transmite com assertividade as colocações do historiador, sem nunca perder o fio condutor da obra: o humor.A passagem que cita a Primeira Guerra Mundial é um representativo desse minucioso trabalho. Rear, de forma ácida, nos diz que essa não foi a primeira vez que a Europa entrou em guerra contra si mesma. “Provavelmente– o autor coloca– foi desde o dia em que o homem de Cro-Magnon despertou e disse”: ‘Esses neandertais estão realmente começando a me irritar’!
Alguns alvos acabam sendo os preferidos do autor, como a superioridade do Oriente frente ao Ocidente, em diversas fases a história; a eterna rixa entre ingleses e franceses e a ridicularizarão de ditadores e vilões. No caso de Napoleão, por exemplo, ele brinca dizendo que o imperador parou de crescer aos 7 anos e à Hitler,a quem o autor chama de “Adolfinho”, o “Louco Monstruoso com um só Testículo”.
A América Latina aparece em momentos distintos da nossa história. Num deles, o autor lembra o ciclo de independências e, em outro, as diversas revoluções e ditaduras – inclusive a brasileira, quando aproveitou o ensejo para ironizar a constante devastação da Amazônia: “Hoje o país é uma democracia amadurecida e fez grandes avanços nas esferas econômica e ambiental, livrando o mundo de vastas extensões da perigosa floresta amazônica que continham muitos insetos horripilantes”, relata nas páginas do livro.
Dave Rear, utilizando seu profundo conhecimento, oferece ao leitor um presente para quem ama história. É uma oportunidade de fazer uma leitura dos fatos com uma visão diferente, como se ele estivesse narrando os fatos nos bastidores da história a bordo de uma máquina do tempo. História do Mundo Sem as Partes Chatas termina lembrando que existem muitas questões apocalípticas sem respostas, mesmo porque, “essas são perguntas que talvez somente Deus possa responder – se conseguirmos convencê-lo a dar as caras por aqui”, finaliza.
Dave Rear formou-se em História na Universidade de Cambridge, onde especializou-se em Linguística. Atualmente é escritor e professor de uma universidade em Tóquio, onde dá aulas de inglês, história e ciências sociais. História do Mundo sem as Partes Chatas é seu primeiro livro.

A História do Mundo Sem as Partes Chatas
Autor: Dave Rear
Tradução: Claudia Gerpe Duarte e Eduardo Gerpe Duarte
264 páginas
R$ 38,00
Editora Cultrix

Com informações da Assessoria de Imprensa.
Foto: Reprodução.

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

3 Comments

3 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…