Mochilosfera

Audiovisual viajante: Conheça a ‘Vagabundos Iluminados Filmes’ num bate-papo com seu criador

Sem tanto compromisso com roteirização – afinal de contas seria uma incoerência querer que tudo saísse como esperado numa trip pela Bolívia ou nas rodovias da República Checa – a ‘Vagabundos Iluminados Filmes’ é uma produtora de conteúdo audiovisual feita por e para viajantes.

Leonardo Parente em uma das rodoviárias da vida... | Foto: Arquivo pessoal

Leonardo Parente em uma das rodoviárias da vida… | Foto: Arquivo pessoal

Foi idealizada por um fanático pela cultura Beatnik, o jornalista Leonardo Parente, com quem tivemos um rápido bate-papo sobre a ideia e novas viagens e projetos.
A ‘Vagabundos Iluminados Filmes’ é formada basicamente por Parente e sua esposa, também jornalista e viajante, Milena Brasil.

Casal cria os conteúdos da produtora | Foto: Arquivo pessoal

Casal cria os conteúdos da produtora | Foto: Arquivo pessoal

Mochila BrasilBem, você já deve ter respondido a essa pergunta algumas vezes… – risos. Como começou seu interesse por viajar?

Leonardo Parente – Em meados da década de oitenta, fomos eu e meus pais para uma excursão na cidade Lençóis na Chapada Diamantina (BA). Por lá o turismo ainda engatinhava e no entorno nada era explorado, como Vale do Capão, Mucugê e todas as cidades que vieram na aba de Lençóis. Então 5 dias rodeados de mato, natureza, montanha, rios fez um rebuliço gigantesco na cabeça de um moleque de 10 anos. Fazia as trilhas com um prazer incrível, achava aquela coisa toda de dormir fora de casa, hotel e tudo que envolve uma viagem a melhor coisa do mundo. Como não éramos uma família acostumada a fazer viagens aquilo ali foi um divisor de águas.
Sempre controlado por minha mãe que não queria que eu entrasse no rio, que subisse na pedra, e bla bla bla… prometi, assim que fosse independente, viajar sem parar. É isso que eu faço hoje.

Mochila BrasilE o interesse por registrar as viagens em vídeo?

Leonardo Parente – Desde sempre na minha família quem operou os equipamentos de fotografia foi eu, me lembro que na época existiam as máquinas analógicas que você poderia comprar filmes de 12, 24 ou 36 poses e enquanto as pessoas levavam um filme de 24 poses pra uma viagem inteira eu levava por volta de 5 de 36 poses. A vontade de registrar em vídeo tudo isso surgiu ainda na Faculdade de Jornalismo com o contato mais
profissional com esses meios, veio da intenção de propagar todas aquelas coisas que o meu olhar captava e que eu queria que tanta gente pudesse sentir o mesmo, pois não tinha certeza se os meus relatos verbais davam conta. Após me especializar em linguagens e mídias audiovisuais em uma pós graduação tive a ideia de criar uma produtora em que eu pudesse tocar projetos audiovisuais voltados para a cultura viajante com foco pra mochileira, já estava com mais de 40 horas de materiais estocados e senti a necessidade de dar vazão a esses vídeos.

A Chapada Diamantina (BA) nos anos 80 despertou o desejo por viajar | Foto: Vagabundos Iluminados Filmes

A Chapada Diamantina (BA) nos anos 80 despertou o desejo por viajar | Foto: Vagabundos Iluminados Filmes

Mochila BrasilNós já conhecemos alguns vídeos, mas para quem ainda não conhece, o que você poderia dizer sobre eles? O que eles trazem?

Leonardo Parente – Sou fanático pela cultura Beatnik e toda a geração Beat dos anos 50 e 60, em especial por Jack Kerouac, autor de “On The Road” e dezenas de outros relatos de aventuras “estradeiras” como por exemplo o livro “Vagabundos Iluminados”, que narra uma escalada de Kerouac e outros Beats a uma montanha, numa época em que Jack tinha como ideologia religiosa o Budismo. Acabei dando este nome à produtora em homenagem, mas isso gera dúvidas nas pessoas e digamos que não seja um nome plenamente comercial para uma produtora.
Contudo, os Vagabundos Iluminados nada mais eram do que os aspirantes a monges que peregrinavam pelo mundo, fazendo o bem e vivendo de doações, como uma espécie de estágio.
Como jornalista, sou adepto de uma técnica pouco usual e de certa forma até discriminada pelo meio que é o ‘Gonzo Jornalismo’, inventada pelo jornalista Hunter Thompson, onde os relatos jornalísticos deles era sempre feitos em primeira pessoa, no caso o próprio Thompson como personagem relevante de suas histórias que normalmente envolvia suas viagens tanto físicas quanto mentais, pois ele era um adicto irrecuperável. Isso tudo pra explicar que nossos vídeos nada têm a ver com parâmetros técnicos, objetivos específicos, o mais importante é passar a atmosfera do momento, registrar imagens e momentos especiais, dar indiretamente dicas e inspirar, principalmente inspirar pessoas a viajar.

Mochila BrasilA Vagabundos Iluminados é formada basicamente por dois viajantes jornalistas/jornalistas viajantes, você e sua esposa, mas em alguns vídeos vimos a participação de outros viajantes. Como isso se dá? Se alguém tem um material interessante que queira disponibilizar para o canal de vocês no Youtube é possível?

Leonardo Parente – Desde sempre pensei no projeto como colaborativo, afinal como poderia um projeto despido de vaidade, de propósitos comerciais, pelo menos inicialmente, e de roteiros não aceitar a participação coletiva? E na real, peguei essa boa “mania” com o Mochileiros.com, essa questão do colaborativo, da participação dos usuários.
Devo muita coisa ao Mochileiros.com, 50% das informações que consegui pra viajar. Conheci bastante gente que encontrei em trips e hoje são bons amigos, mesmo não nos encontrado pessoalmente. Sou registrado no Mochileiros.com desde 2004, mas já acesso desde 2002, com o nome de LEO_THC, ou seja, são 13 anos acessando a bíblia do mochileiro na internet – risos.
Hoje temos basicamente três “programas” que são: o “De Rolé Pela América do Sul” – diário de um mochileiro baiano”, no qual eu e minha parceira de viagens, que por coincidência é minha esposa (risos), rodamos alguns lugares na América do Sul. São episódios de maior duração e com informações mais elaboradas.
Temos o “1 Minuto Mochileiro” que são vídeos curtos, entre 1 min e 1 min 59 segundos, que retratam um rápido momento da trip, com uma dica, imagens, divagações, situações estranhas ou engraçadas. Atualmente estamos exibindo os vídeos que fizemos na Europa, numa trip de oito países, desta vez eu e uma amigo antigo de trips, o cineasta Fabiano Passos.
Lançamos um episódio também de “Chapando na Chapada”, mais uma web série, só que desta vez no nosso quintal que é a chapada Diamantina.

Estamos sim abertos pra esta participação. Usamos nos vídeos as mais variadas plataformas, do celular às câmeras profissionais. Usamos o que dá, na hora que dá. Atualmente temos material de um amigo que esteve em Portugal, Espanha e França, locais por onde não passamos nesta trip. Então acho que desse jeito as coisas se completam. Ainda não temos nem tempo, nem dinheiro pra dedicar 100% a este projeto, pois não conseguimos
extrair 1 centavo sequer desse trabalho e precisamos ganhar a vida.
Faço um esforço pra viajar 1 vez ao ano pra fora do país e duas pelo menos por aqui.

Quem quiser mostrar material, escreve um e-mail pra parente.jornalismo@gmail.com. A única coisa que pedimos é que seja disponibilizado o material bruto, sem edições.

Inspiração para todo tipo de viajante | Foto: Vagabundos Iluminados Filmes

Inspiração para todo tipo de viajante | Foto: Vagabundos Iluminados Filmes

Mochila BrasilE qual será o próximo registro, a próxima viagem?

Leonardo Parente – Desta vez vou fazer algo que já sentia vontade que era dedicar mais tempo a menos países.
Farei uma trip de 31 dias em fevereiro e março somente entre Bolívia e Peru. Apesar de ter ido 4 vezes aos andes, duas vezes a Machu Picchu, Salar, e outros clássicos, nunca fiz por exemplo, a Trilha Inca ou Salkantay, Vale del Colca, entre outras coisas. As regiões da Bolívia e Peru são muito ricas em atrações e pretendo refazer os roteiros sem refazer a maioria dos lugares que já passei.
Desta vez o “Vagabundo” escalado e nova aquisição da ‘Vagabundos Iluminados Filmes’ é o Danilo Vieira, um engenheiro ambiental, vegetariano e provavelmente chato como os vegetarianos (sacanagem), mas um moleque bem ligado e pro ativo que conheci uns anos atrás numa trip pela Chapada Diamantina.

Mochila BrasilA gente só pode desejar todo sucesso aos ‘vagabundos’, à ‘Vagabundos Iluminados Filmes’ e ajudá-los a inspirar mais pessoas a botarem a mochila nas costas e o pé na estrada.

Aqui você pode conferir a web-série ‘1 Minuto Mochileiro’ [já publicados: 1 minuto mochileiro na Piccadilly Circus e na Cambridge Circus; 1 Minuto Mochileiro na Tower Bridge; 1 Minuto Mochileiro na Europa – Episódio 1 – Abbey Road Street e 1 Minuto Mochileiro na Europa – Episódio 2 – Camden Lock Village Market (Camden Town)].

Confira agora ‘1 Minuto Mochileiro – Europa – Trem de Frankfurt para Berna (Suíça)’:
“… Depois do Reveillon louco de Frankfurt seguimos para Berna, na Suíça. Após uma micro escala na cidade
Suíça de Basel, por 10 segundos não perdemos o trem…”

Às quintas-feiras publicaremos ‘1 Minuto Mochileiro’ aqui no Mochila Brasil.
Todos os vídeos já estão disponíveis no canal da ‘Vagabundos Iluminados Filmes’ no Youtube
Pra ficar por dentro das novidades curta também a fanpage da ‘Vagabundos’ no Facebook.

Fotos: Arquivo pessoal e Vagabundos Iluminados Filmes.

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…