Notícias

Dia Mundial em memória às vítimas das estradas

Acidente de caminhão em Gana / Foto: Divulgação OMS

Acidente de caminhão em Gana / Foto: Divulgação OMS

Hoje (e em todo terceiro Domingo dos meses de novembro), o mundo (ao menos em tese) dedica um momento em memória às vítimas de estradas. Dedicamos este espaço hoje à memória daqueles que perderam a vida ou a saúde em rodovias ou nas ruas do Brasil e do mundo.

Este não é um assunto fácil para ninguém, imagine para as famílias das vítimas que têm de conviver com essa triste realidade e muitas vezes até com a impunidade. Vale refletir, vale se solidarizar!

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, as lesões causadas por acidentes de trânsito constituem um sério e negligenciado problema de saúde pública, que requer esforços para uma prevenção eficaz e sustentável.
De todos os sistemas com os quais é preciso lidar diariamente, os de de trânsito são os mais complexos e perigosos: estima-se que, anualmente e em todo o mundo, cerca de 1,2 milhões de pessoas morrem e 50 milhões são feridas em consequência desses acidentes.
As projeções indicam que, se não houver um maior empenho na prevenção, estes números vão aumentar em cerca de 65% nos próximos 20 anos.

Símbolos

Existem alguns símbolos mundiais que unem o pensamento das pessoas (em conscientização e solidariedade), como a fitinha vermelha que trouxe impulso à conscientização sobre a AIDS.
Desde o ano passado a ONU tem o símbolo oficial que simboliza a “Década de ação para a Segurança Rodoviária 2011-2020” que visa reduzir a mortalidade nas estradas em todo o mundo. Ao usar o símbolo ou ‘curtí-lo’ no Facebook por exemplo, lembre-se também do seu compromisso pessoal para a segurança nas estradas e ruas no dia-a-dia e durante as viagens.
Acompanhe as novidades da campanha no Facebook ou na página oficial.

No lançamento da campanha, em 2011 várias cidades do mundo destacaram a ação. No Brasil, o Cristo ganhou iluminação especial / Foto: OMS

No lançamento da campanha, em 2011 várias cidades do mundo destacaram a ação. No Brasil, o Cristo ganhou iluminação especial / Foto: OMS

Pequenos gestos podem ajudar

Aproveite para assinar a petição pública que visa mudar as leis brasileiras que abrem ‘portas’ para a impunidade dos crimes de trânsito brasileiros no  http://naofoiacidente.org/blog/assine-a-peticao/

Esta, no caso é relacionada aos crimes de trânsito que envolvam a embriaguez ao volante, iniciativa de Rafael Baltresca, que teve mãe e irmã mortas no dia 17/09/2011, vítimas de um atropelamento por um carro em alta velocidade, em São Paulo. O atropelador estava embriagado.
Você pode acompanhar notícias sobre a petição e outras ações do movimento na página oficial do Não foi acidente! ou na sua fanpage no Facebook. 

Claro que somente assinar a petição não basta. Se beber, não dirija! Se você sabe que um amigo está bebendo e que ele tem intenção de dirigir, aconselhe-o (impeça-o de fazer!!!); rachem o taxi e tranquilos sigam planejando uma próxima balada, um mochilão…

Parada pela vida

Conheça também as páginas da “Parada pela vida” (aqui e aqui) criadas para divulgar informações sobre o trânsito e ações criadas para diminuir o número de mortes e acidentes nele.

Reprodução

No ano passado, várias cidades do mundo participaram da campanha da ONU. Confira as fotos:

Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…