Notícias

Nós do Morro reestreia musical sobre resistência à desocupação policial

Atores em cena na

Atores em cena na “Bandeira de Retalhos” / Foto: Divulgação

Grupo de teatro criado há 26 anos para oferecer alternativas aos jovens da Favela do Vidigal, na zona sul do Rio, o Nós do Morro reestreou ontem (6) o musical Bandeira de Retalhos. A peça, que fica em cartaz até 18 de dezembro, é baseada em fatos verídicos sobre a tentativa violenta de desocupação policial dos moradores da comunidade em 1977.

Na ocasião houve uma grande mobilização social, incluindo moradores, igrejas e imprensa, que garantiu a permanência da população na área. O criador do Nós do Morro e diretor do musical, Guti Fraga, considera que a obra, embora escrita e musicada por Sérgio Ricardo em 1979, continua atual.
Em palco estão 21 atores, que se revezam durante 105 minutos de espetáculo, encenado no Casarão Nós do Morro, na rua Doutor Olinto Guimarães, 54, no Vidigal, todas as terças-feiras, às 20h. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5.

O Nós do Morro oferece atividades culturais, como aulas de dança, música, canto, história do teatro e interpretação, a cerca de 400 pessoas, grande parte delas da própria comunidade, mas também vem atraindo jovens dos mais variados bairros do Rio.

“O Nós do Morro foi criado em 1986 com objetivo de dar acesso às artes a quem não tinha. É uma escola de vida, principalmente para as crianças, que crescem aqui dentro”, disse Guti.

Mais informações sobre a peça aqui e sobre o grupo aqui.

Com informações da Agência Brasil

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…