Notícias

Os destinos mais econômicos para 2018


Um levantamento feito pelo Booking.com, um dos sites de reserva de hospedagem mais utilizados por viajantes do mundo todo revelou os destinos com o melhor custo-benefício para cada mês de 2018.
Para chegar à lista, a plataforma primeiro analisou o preço médio por dia de acomodações de 3, 4 e 5 estrelas nas cidades mais procuradas do mundo (você pode melhorar a coisa e buscar por hostels – há uma infinidade deles no site). Então para determinar quais cidades recomendar para qual mês, houve uma análise da visão geral anual das flutuações de preços para determinar as melhores semanas para se hospedar nos destinos escolhidos*.
Se pensarmos que hospedagem é um dos itens que mais pesam no orçamento de viagem, vale conferir.
✳️ Não esqueça de conferir as cidades mais baratas para mochileiros em 2018 na América do Sul, Europa e Ásia (o ‘Backpacker Index’, que publicamos recentemente).

Janeiro

– Copenhague (Dinamarca) estava 41% mais acessível em janeiro do que no mês mais caro do ano.
– San Diego (EUA) estava 37% mais acessível em janeiro do que no mês mais caro do ano.
– Pequim (China) estava 19% mais acessível em janeiro do que no mês mais caro do ano.

San Diego | Foto: Divulgação.

Fevereiro

– Las Vegas (EUA) estava 43% mais acessível em fevereiro do que no mês mais caro do ano.
– Lisboa (Portugal) estava 42% mais acessível em fevereiro do que no mês mais caro do ano.
– Quioto (Japão) estava 37% mais acessível em fevereiro do que no mês mais caro do ano.
– Buenos Aires (Argentina) estava 16% mais acessível em fevereiro do que no mês mais caro do ano.

Lisboa | Foto: Divulgação.

Março

-Budapeste (Hungria) estava 33% mais acessível em março do que no mês mais caro do ano.
– Kuta (Indonésia) estava 33% mais acessível em março do que no mês mais caro do ano.
– Montreal (Canadá) estava 22% mais acessível em março do que no mês mais caro do ano.
– Singapura estava 13% mais acessível em março do que no mês mais caro do ano.

Budapeste | Foto: Divulgação.

Abril

-Oslo (Noruega) estava 29% mais acessível em abril do que no mês mais caro do ano.
– Toronto (Canadá) estava 27% mais acessível em abril do que no mês mais caro do ano.
– Zurique (Suíça) estava 15% mais acessível em abril do que no mês mais caro do ano.
– Jakarta (Indonésia) estava 9% mais acessível em abril do que no mês mais caro do ano.

Jacarta | Foto: Divulgação.

Maio

-Melbourne (Austrália) estava 22% mais acessível em maio do que no mês mais caro do ano.
– Orlando (EUA) estava 18% mais acessível em maio do que no mês mais caro do ano.
– Moscou (Rússia) estava 14% mais acessível em maio do que no mês mais caro do ano.
– Bangkok (Tailândia) estava 13% mais acessível em maio do que no mês mais caro do ano.

Bangkok | Foto: Divulgação.

Junho

– Miami (EUA) estava 39% mais acessível em junho do que no mês mais caro do ano.
– Hong Kong estava 29% mais acessível em junho do que no mês mais caro do ano.
– Chiang Mai (Tailândia) estava 26% mais acessível em junho do que no mês mais caro do ano.
– Liverpool (Reino Unido) estava 17% mais acessível em junho do que no mês mais caro do ano.

Hong Kong | Foto: Divulgação.

Julho

– Abu Dhabi (Emirados Árabes) estava 46% mais acessível em julho do que no mês mais caro do ano.
– Nova York (EUA) estava 25% mais acessível em julho do que no mês mais caro do ano.
– Estocolmo (Suécia) estava 23% mais acessível em julho do que no mês mais caro do ano.
– Seul (Coréia do Sul) estava 22% mais acessível em julho do que no mês mais caro do ano.

Seul | Foto: Divulgação.

Agosto

– Nova Orleans (EUA) estava 55% mais acessível em agosto do que no mês mais caro do ano.
– Rio de Janeiro (Brasil) estava 40% mais acessível em agosto do que no mês mais caro do ano.
– Bruxelas (Bélgica) estava 32% mais acessível em agosto do que no mês mais caro do ano.
– Mumbai (Índia) estava 20% mais acessível em agosto do que no mês mais caro do ano.

Mumbai | Foto: Divulgação.

Setembro

– Cidade do México (México) estava 46% mais acessível em setembro do que no mês mais caro do ano.
– Nuremberg (Alemanha) estava 42% mais acessível em setembro do que no mês mais caro do ano.
– Kaohsiung (Taiwan) estava 33% mais acessível em setembro do que no mês mais caro do ano.
– Washington, D.C. (EUA) estava 26% mais acessível em setembro do que no mês mais caro do ano.

Nuremberg | Foto: Divulgação.

Outubro

-Patong Beach (Tailândia) estava 42% mais acessível em outubro do que no mês mais caro do ano.
– Tallinn (Estônia) estava 30% mais acessível em outubro do que no mês mais caro do ano.
– Auckland (Nova Zelândia) estava 16% mais acessível em outubro do que no mês mais caro do ano.
– Los Angeles (EUA) estava 14% mais acessível em outubro do que no mês mais caro do ano.

Patong Beach | Foto: Divulgação.

Novembro

-Málaga (Espanha) estava 35% mais acessível em novembro do que no mês mais caro do ano.
– San Francisco (EUA) estava 31% mais acessível em novembro do que no mês mais caro do ano.
– Atenas (Grécia) estava 31% mais acessível em novembro do que no mês mais caro do ano.
– Seminyak (Indonésia) estava 21% mais acessível em novembro do que no mês mais caro do ano.

Málaga | Foto: Divulgação.

Dezembro

– Veneza (Itália) estava 58% mais acessível em dezembro do que no mês mais caro do ano.
– Guangzhou (China) estava 36% mais acessível em dezembro do que no mês mais caro do ano.
– Amsterdã (Holanda) estava 35% mais acessível em dezembro do que no mês mais caro do ano.
– Atlanta (EUA) estava 24% mais acessível em dezembro do que no mês mais caro do ano.

Veneza | Foto: Divulgação.

*Os dados de preços foram medidos durante o período de outubro de 2016 a outubro de 2017.
As acomodações de 3, 4 e 5 estrelas foram escolhidas como uma maneira padronizada de comparar diferentes tipos de acomodação em diferentes cidades e como uma maneira de ser indicativa de tendências gerais de preços em acomodações de todos os níveis.
Os preços apresentados são a tarifa diária média (“ADR”) conforme relatado no Booking.com para o período especificado.
As cidades apresentadas precisavam ter mais de 10.000 reservas para o ano.

Votar

2 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 6

Votos Positivos: 4

Upvotes percentage: 66.666667%

Votos Negativos: 2

Downvotes percentage: 33.333333%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…