Notícias

Pesquisa revela países mais perigosos do mundo para viajantes (e os mais seguros)

Síria, Afeganistão, Iêmen e Timbuktu, em Mali estão entre os lugares mais perigosos do mundo, de acordo com um novo mapa criado para alertar viajantes sobre os riscos que podem enfrentar mundo afora.   Além destes destinos mais “exóticos” e devastados pela guerra,  outros mais visitados por turistas, como México, Colômbia, Paquistão e Egito também foram classificados como de “alto risco”.  Segundo a pesquisa, os países mais seguros do mundo são Noruega, Finlândia, Suécia e Islândia. O Brasil é considerado um país de risco médio.

mapa

——————————————

VERDE = Risco insignificante

Taxas de crimes violentos são muito baixas. Não há violência política significativa ou agitação civil e nem violência racial ou direcionada contra os estrangeiros. Serviços de segurança e de emergência são eficazes.  Os serviços de transporte são de alto padrão, com bons índices de segurança.

AMARELO = Baixo risco 

Taxas de crimes violentos e raciais são baixas. Violência política ou distúrbios civis são incomuns.  Atos de terrorismo são raros. Serviços de segurança e de emergência são adequados.

LARANJA = Risco médio

Agitação política, protestos violentos, insurgência e / ou atos esporádicos de terrorismo podem ocorrer. Os viajantes  podem enfrentar riscos de violência racial e/ou serem vítimas de crimes violentos. A infra-estrutura de segurança e de emergência é falha.

VERMELHO = Alto risco 

Protestos são muitas vezes violentos e podem ter como alvo estrangeiros; eles podem ser agravados por falta de manutenção da ordem pública. Os crimes violentos ou de terrorismo representam riscos diretos para os viajantes. A violência racial é comum e estrangeiros podem ser diretamente atingidos.

VERMELHO ESCURO  = Risco extremo

Controle governamental e manutenção da ordem pública são mínimos ou inexistentes na maior parte do território. Séria ameaça de ataques violentos contra viajantes por parte de grupos armados. Serviços governamentais e de transporte são precários.

————————————————

Em ano em que o terrorismo, o extremismo e o vírus Zika têm atrapalhado a vida dos viajantes, 72% das pessoas entrevistadas disseram ter a impressão que os riscos de viagens têm aumentado desde o ano passado e 57 % esperam que se torne ainda mais perigoso nos próximos anos.

O Mapa de Risco foi criado por médicos e especialistas em segurança da International SOS organização que ajuda empresas a reduzir o risco de viagem de seus funcionários.

Ele é liberado anualmente com a pesquisa da Ipsos Mori, que  fornece uma visão sobre as diferentes atitudes e experiências de viajantes em todo o mundo.  A pesquisa mostra que o que mais preocupa os viajantes corporativos são “potenciais ataques terroristas” (51%), seguido de agitações civis (36%).

No entanto,  o maior risco para os viajantes de forma geral continua a ser a criminalidade e os problemas de segurança nas estradas. 

 O MAPA

O Mapa de Risco mostra que os países mais perigosos do mundo, são aqueles onde o controle do governo é inexistente – Síria, Afeganistão, Iêmen, Líbia, Darfur, Somália, Sudão do Sul, Gao, Timbuktu e regiões Kidal do Mali.  Enquanto Europa, EUA, Canadá e Austrália estão entre os que oferecem níveis de risco baixos.  Em alguns países há áreas que incluem um risco mais alto como no México, Honduras, Colômbia, Haiti, Papua Nova Guiné, Paquistão, Egito, Nigéria e Argélia.  Entre os países classificados com risco insignificante estão a Noruega, Suécia, Islândia, Suíça, Eslovénia e Dinamarca.

Votar

0 ponto

Total de Votos 0

Votos Positivos: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Votos Negativos: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Entrar

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Fechar
de

Enviando Arquivo…